COBERTURA ESPECIAL - PROSUPER - Naval

07 de Novembro, 2016 - 12:25 ( Brasília )

Sea Ceptor da MBDA ganha maior presença no mercado com contrato para as Fragatas Tipo 26 da Royal Navy


English version

A MBDA recebeu um contrato de demonstração e fabricação de £ 100M do Ministério da Defesa do Reino Unido para o sistema de defesa aérea Sea Ceptor para a nova classe de fragata da Marinha Real do Reino Unido (RN em inglês), o Tipo 26 (T26) Global Combat Ship (GCS). Este avançado sistema de mísseis irá fornecer a principal defesa aérea do T26 e navios nas proximidades contra avançadas ameaças aéreas, incluindo mísseis anti-navio sea skimmers, jatos rápidos, helicópteros e veículos aéreos não tripulados.

O contrato é mais uma prova da confiança depositada na capacidade e maturidade do sistema Sea Ceptor e da sua munição CAMM (Common Anti-Air Modular Missile) pelo Ministério da Defesa do Reino Unido.

Este contrato de Demonstração e Fabricação terá duração de 10 anos e envolve o suporte ao projeto T26, bem como a fabricação do equipamento eletrônico necessário para a classe de oito navios.

Com o anúncio do contrato, James Allibone, Diretor de Vendas e Desenvolvimento de Negócios da MBDA do Reino Unido disse: "Este investimento no sistema Sea Ceptor vai dar à Marinha Real e marinhas parceiras uma defesa aérea excepcional. Graças ao Acordo de Gestão de Portfólio com o Ministério da Defesa do Reino Unido, a MBDA está fornecendo um sistema comum de mísseis tanto para o uso naval como para o uso da terra, reduzindo significativamente o custo que teria sido envolvido no desenvolvimento de sistemas separados".

Com o Sea Ceptor agora selecionado para cinco tipos diferentes de plataformas navais em todo o mundo, incluindo o Brasil, a MBDA vê mais potencial para o sistema e a família de mísseis CAMM com outras marinhas. Dave Armstrong, Diretor Executivo do Grupo de Vendas e Desenvolvimento de Negócios da MBDA e Diretor Executivo no Reino Unido, afirma: "A defesa aérea naval é mais crítica do que nunca, dada a crescente capacidade de ameaças aéreas. A flexibilidade operacional e a facilidade de integração do CAMM, tanto em retrofit como em nova construção, combinam-se para oferecer vantagens inigualáveis. Os clientes apreciam que eles estão olhando para um produto que está no início do seu ciclo de vida, um produto que representa o mais recente em tecnologia de defesa aérea e que será apoiado com contínuas melhorias em pelo menos os próximos trinta anos ou mais ".

Sea Ceptor está atualmente em fase de qualificação para ser integrado às fragatas Tipo 23 da  Marinha Real do Reino Unido e as fragatas ANZAC da Marinha Real da Nova Zelândia. Um dos maiores diferenciais de design por trás do conceito do Sea Ceptor consiste na sua filosofia de integração simples.

Sea Ceptor pode ser facilmente adaptado em uma vasta gama de plataformas navais, variando de 50m OPVs (Offshore Patrol Vessels) para grandes navios de superfície.

CAMM também fará parte da prestação da capacidade de Defesa Aérea Baseada em Terra (GBAD em inglês) para o Exército britânico ao substituir o atual sistema Rapier.