COBERTURA ESPECIAL - Presidência da República - Editorial

24 de Janeiro, 2020 - 11:55 ( Brasília )

EDITORIAL - Oligarcas, Segurança e Defesa



Editorial DefesaNet
Oligarcas, Segurança e Defesa

 
Um silencioso e subterrâneo tremor, para não dizer pavor, tem acometido os Oligarcas Brasileiros. Esta figura criada e sempre citada quando mencionamos a Rússia e outros países que emergiram do sistema comunista.

No Brasil criou-se a figura do Oligarca, que foi alimentado não pela usurpação das riquezas e indústrias dos países, como nos casos citados acima.

Mas, sim que se ao longo das décadas apropriaram-se do Estado e das suas estruturas. Nas últimas duas décadas os Oligarcas alimentaram-se via esquemas como Mensalão e Petrolão implodidos pela Lava-Jato.

A nova estrutura do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) com as ações coordenadas da PF, PRF e Receita Federal com Forças Armadas e os órgãos estaduais tem gerado uma desestruturação do Modus Vivendi dos Oligarcas. Os indicadores da área de segurança são a parte visível e mínima do que está sendo implementado.

A Operação Verde Brasil gerou informações constrangedoras sobre as ações dos Oligarcas do Norte, muitos em posições chaves no Congresso.   

As ações na Tríplice Fronteira e a implosão dos ilícitos fronteiriços levou inclusive a uma tentativa e Coup D´Etat no Paraguai conduzido pelo Contrabandista Mor, o ex-presidente Horácio Cartes, maior produtor de cigarros falsificados naquele país.

Caros Leitores. O que está sendo plantado na mídia (regiamente paga) de uma provável disputa do Ministro Sergio Moro na disputa Presidencial de 2022, nada mais é, que pura fumaça.

A aprovação do Fundão, assim chamado o financiamento eleitoral patrocinado pelo Tesouro, que chegou a ter um valor de 3,8 Bilhões de reais, depois “reduzido” para 2,0 Bilhões é uma simples e pura apropriação de recursos públicos pelos Oligarcas Políticos. Esqueça a questão eleitoral. O que temos são recursos fluindo para os interesses pessoais dos “Donos” dos Partidos Políticos.

Pois avaliemos o que significa o Fundão no esforço da Defesa Nacional.

O  Plano Plurianual: 2020-2023 listou os principais projetos de defesa do Brasil.

 

Valores de investimento anual Período 2020-2023

PROSUB – Convencional e Nuclear R$ 700 Milhões
ASTROS 2020 R$ 100 Milhões
Guarani (inclui versões) R$ 300 Milhões
Programa Nuclear da Marinha R$ 270 Milhões
Projeto F-X2 Gripen R$ 600 Milhões
Projeto KC-390 R$ 400 Milhões
Projeto K-CX  R$ 100 Milhões
Total R$ 2.470 Milhões


No total são R$ 2,47 Bilhões ou seja o fundão dos Oligarcas consome 80% dos recursos de Programas Estratégicos de Defesa.

O recurso da aeronave de transporte multimissão KC-390 alocado para os 4 anos do PPA 2020-2023, R$ 1,6 Bi é insuficiente para manter o programa KC-390, quanto mais, a sobrevivência da nova EMBRAER Defesa & Segurança.

Infelizmente a Administração Federal flerta constantemente com os Oligarcas. Vemos a cada dia a clássica obra “Os Donos do Poder” (Formação do patronato político brasileiro), de Raymundo Faoro, com uma nova página. Talvez psicografada pelo autor em tentar manter sua obra atualizada. 

Nota DefsaNet

Recomendamos a leitura do Editorial - O Ano da Paralisia Estratégica



Outras coberturas especiais


Russia Docs

Russia Docs

Última atualização 26 FEV, 11:50

MAIS LIDAS

Presidência da República

5
07 FEV, 19:30

MD - Nota à Imprensa