16 de Outubro, 2012 - 10:00 ( Brasília )

DGS DEFENCE - Desenvolve Embarcações Militares

Estaleiro carioca utiliza alta tecnologia em engenharia naval para atender as missões especiais de seus clientes

A DGS Defence é um estaleiro carioca dedicado a projetos e construção de embarcações militares, com o uso de alta tecnologia em engenharia naval.

Cada lancha DGS é um projeto exclusivo, desenvolvido a partir das necessidades e características especiais das missões de seus clientes.

“Desenvolvemos uma nova geração de embarcações militares para o governo brasileiro baseada em inovação e excelência técnica”, afirma Abilio Di Gerardi, fundador e presidente da DGS Defence. “Todas as embarcações tem alta resistência durante a operação - são insubmergíveis e não pegam fogo – e longo ciclo de vida, além de oferecer economia operacional, com custo de manutenção extremamamente baixo”, acrescenta.

Fundada em 2007, a DGS Defence desenvolveu e detém a patente das embarcações tubulares rígidas híbridas (Extreme Hull - XH®). Obteve no mercado vários atestados de capacidade técnica de seus clientes, entre os quais Marinha, Odebrecht e OceanPact, e é o único estaleiro do país que produz um modelo de lancha de interceptação e patrulha blindada e com sistema antirradar (tecnologia stealth), a DGS 888 Interceptor.

Primeira embarcação blindada e com tecnologia stealth (de baixa percepção por radares inimigos), a DGS 888 Interceptor foi entregue à Polícia Federal brasileira em junho passado. Ela já está sendo usada pela PF na região de Guaíra (PR), fronteira com o Paraguai, na repressão ao contrabando e tráfico de drogas.

Entre outros modelos de sua linha de produção, destacam-se: DGS 600, que conta com capacidade de transportar até 8 tripulantes, motorização de 115 à 200hp e suporta até 1100kg de carga; DGS 750, com capacidade de transportar até 11 tripulantes, motorização de 150 à 400hp e suporta até 1520kg de carga e DGS 888, com tecnologia stealth, fazendo com que a lancha tenha baixíssima visualização por radares, 3 motores de popa, que juntos geram 900 HP e um casco ultrarresistente que pode ser arrastado sobre qualquer superfície, como pedra e areia. Além disso, a embarcação também é insubmergível e não pega fogo.

Alta tecnologia naval e materiais recicláveis

As lanchas produzidas pela DGS dispõem do que há de mais moderno em tecnologia náutica e materiais 100% recicláveis. A cabine é de alumínio e o casco de copolímero de etileno, um plástico de engenharia de alto peso molecular também usado em coletes a prova de bala, capacetes e na blindagem de aeronaves militares e viaturas de combate. O material garante às embarcações extrema resistência a situações adversas.

Com foco em sustentabilidade, a DGS Defence desenvolve projetos considerando processos de fabricação com o mínimo impacto ambiental. O corpo das embarcações é de polietileno e a cabine de alumínio, para garantir a capacidade de reciclagem integral. Além disso, farelos de corte são recolhidos e triturados e há filtros nas cabines de pintura.