04 de Novembro, 2011 - 10:45 ( Brasília )

RN Type 45 - Defender zarpa em viagem inaugural


Glasgow, Reino Unido: o Defender, quinto destróier Tipo 45 construído pela BAE Systems, zarpou em 21 de outubro do estaleiro da empresa em Scotstoun para embarcar em seu primeiro estágio de testes no mar da costa oeste da Escócia.
 
Exatamente dois anos desde seu lançamento, em 21de outubro de 2009, o Defender ficará aproximadamente três semanas no mar, período no qual será submetido a testes de plataforma para verificar sua velocidade, manobrabilidade, força e propulsão. Também passará por ensaios e testes de armamento para demonstrar seus serviços domésticos e auxiliares.
 
“O período de testes do Defender será o menor dos destróieres Tipo 45, uma vez que incorporamos lições aprendidas do suporte de construção nos serviços de navios anteriores da classe. Essa é uma grande conquista e os mais recentes testes no mar nos dão a oportunidade de continuar esse sucesso e provar a capacidade extraordinária do mais novo destróier Tipo 45” afimou Paul Rafferty, Diretor do Programa Tipo 45 na divisão de Surface Ships da BAE Systems.
 
“As empresas que participam do Navio estãoá ansiosas para levar o Defender ao mar pela primeira vez. Esses são os primeiros passos para colocar sua espetacular capacidade em serviço e à disposição dos interesses do Reino Unido no mundo inteiro. Nosso tempo restante em Glasgow será movimentado, principalmente trabalhando com a BAE Systems na preparação do navio para aceitação, mas também permitirá a aproximação e a expansão de nossa afiliação formal às cidades de Glasgow e Exeter, uma ligação que perdurará pelos próximos 35 anos”, declarou o Comandante Nicholas Boyd da Marinha Real Britânica, Oficial Naval Sênior do Defender.
 
Após os testes no mar, o Defender retornará ao Clyde para integração e teste contínuos. Ele voltará ao mar para o segundo estágio de testes no início de 2012, antes da entrega à Marinha Real Britânica no segundo semestre do ano. A partida do navio para os testes só acontecerá sete semanas após seu navio gêmeo, Dragon, deixar o Clyde pelo tempo final para a entrega formal à Marinha Real Britânica.
 
Como Gerente do Rendimento da Frota, a BAE Systems também oferece suporte em serviço para os destróieres Tipo 45. Trabalhando em conjunto com a Marinha Real Britânica na Base Naval de Portsmouth, os engenheiros da empresa coordenam todos os aspectos de reparo, manutenção e suporte à frota. Recentemente, a empresa apoiou o HMS Dauntless, o segundo da classe, durante seus testes em clima quente na costa norte-americana, com o primeiro da classe, HMS Daring, recebendo um upgrade de capacidade.
 
Os navios Tipo 45 serão a espinha dorsal da defesa aérea naval do Reino Unido pelos próximos 30 anos e além. Os destróieres serão capazes de realizar uma ampla gama de operações, incluindo atividades contra pirataria e contrabando, assistência a catástrofes e operações de vigilância, bem como combate à guerra de alta intensidade.
 
Cada destróier será capaz de envolver um grande número de alvos simultaneamente, e defender porta-aviões ou frotas de embarcações como uma força de desembarque anfíbio contra as mais fortes ameaças aéreas. As embarcações contribuirão para uma capacidade de guerra aérea especializada para todo o mundo marítimo e para as operações conjuntas.