COBERTURA ESPECIAL - Especial MOUT - Terrestre

10 de Julho, 2014 - 09:10 ( Brasília )

Militares são atacados com tiros e objetos explosivos no Complexo da Maré


Vinícius Lisboa
Lílian Beraldo


Militares foram alvo de disparos de armas de fogos e lançamentos de artefatos explosivos na noite de ontem (8), no Complexo da Maré, informou uma nota divulgada hoje pela Força de Pacificação. De acordo com o texto, ninguém se feriu.

Os ataques foram nas comunidades Nova Holanda e Parque Maré, e, segundo a Força, os militares responderam com munição de baixa letalidade.

"Em determinado momento, houve a necessidade de realizar disparos de advertência para o alto. A tropa seguiu as ações previstas nas regras de engajamento, empregando o princípio da proporcionalidade e progressividade das ações, buscando evitar danos à população civil e aos próprios militares", diz a nota.

As Forças Armadas ocuparam a Maré em 5 de abril depois de um pedido do então governador, Sérgio Cabral. A permanência no complexo de favelas está garantida até 31 de julho.

De acordo com o atual governador, Luiz Fernando Pezão, há a possibilidade de ampliar esse prazo, a depender de uma conversa com a presidenta Dilma Rousseff. A previsão do governo do estado é instalar unidades de Polícia Pacificadora na região, que tem 129 mil habitantes.