COBERTURA ESPECIAL - LAAD 2015 - Aviação

17 de Abril, 2015 - 00:17 ( Brasília )

Mectron/ODT assina acordo com RAFAEL para oferecer Sistema de Controle de Tráfego e de Defesa Aérea à FAB




A MECTRON, empresa controlada pela Odebrecht Defesa e Tecnologia (ODT), e a RAFAEL Advanced Defense Systems acordaram uma parceria para oferecer à Força Aérea Brasileira um Sistema de Controle de Tráfego Aéreo e de Defesa Aérea capaz de contribuir com a evolução do Sistema Brasileiro de Defesa Aeroespacial.

“Sabemos que algum tempo atrás a Força Aérea Brasileira divulgou um RFI (Request for Information) buscando candidatos que oferecessem alternativas para atualizar o Sistema de Controle de Tráfego Aéreo e Defesa Aérea. Nós da Odebrecht acreditamos que a Força Aérea merece o melhor sistema crítico para dar suporte as suas operações, e estamos felizes por ampliar nossa parceria com a RAFAEL em um produto de qualidade, que entrega capacidades comprovadas e seguras, aliado a um sistema que pode ser evoluído em nosso país”, diz Rogério Salvador, Diretor de Desenvolvimento de Negócios da Odebrecht Defesa e Tecnologia.

A parceria tira proveito dos sistemas da RAFAEL comprovados em combate, que são capazes de satisfazer as necessidades de gerenciamento de operações e defesa aérea.

Algumas das principais características do sistema são:

• Fornecimento de informação altamente precisa, rápida e confiável da Imagem da Situação Aérea.
• Capacidade de interface com sensores ativos e passivos.
• Processamento em aeronaves militares e civis.
• Fácil integração com sensores e infraestrutura já existentes, tanto de clientes civis como militares.
• Número ilimitado de sensores conectados.
• Rastreamento tanto de alvos de alta performance (aeronaves de caça avançadas) quanto de baixa performance/velocidade, e helicópteros em flutuação.
• Três níveis de redundância que garantem operação 24/7.
• Ampla gama de característica de segurança adaptadas a aplicações militares.

“Assim como no Brasil, utilizamos um Sistema de Controle Aeroespacial híbrido, no qual infraestruturas civis e militares são divididas para que haja ganho de eficiência. Nossos sistemas foram desenvolvidos por e para controladores de defesa aérea, e estão em operação não somente em nosso país, mas garantindo soberania a muitos outros países também”, diz Meir Bem Shaya (Coronel da Reserva), Gerente de Desenvolvimento de Negócios e C4I S.M.E da RAFAEL.

A MECTRON garantirá que qualquer solução proposta suporte o Modelo de Sistema Operacional atual e também o planejado, ao mesmo tempo que faça interface com a infraestrutura brasileira existente e futura. MECTRON e RAFAEL planejam trabalhar em conjunto para entregar um sistema com a capacidade para criar uma única Situação Aérea, telas, interfaces e funcionalidades em acordo com os requisitos da Força Aérea Brasileira. A transferência de tecnologia incorporada neste trabalho proverá à Mectron o conhecimento necessário para manter e atualizar o sistema no Brasil.

“Temos uma estratégia completa de tecnologia que permitirá à MECTRON manter e desenvolver as funcionalidades do sistema de forma independente da RAFAEL. Acreditamos que isto seja de suprema importância para dar à Força Aérea Brasileira resposta rápida a qualquer necessidade de desenvolvimento do sistema. Nossa experiência atual de sucesso no Link BR2 mostra que as empresas têm confiança mútua e que temos uma parceria de alto valor agregado, o que pode ser comprovado por meio dos resultados já alcançados no projeto”, afirma Avi Krengel, Gerente Geral Adjunto da RAFALATINO.



Outras coberturas especiais


TOA

TOA

Última atualização 23 AGO, 00:20

MAIS LIDAS

LAAD 2015