14 de Maio, 2012 - 11:00 ( Brasília )

Geopolítica

Otan está decidida a avançar defesa com escudo antimísseis


O chefe da Otan manifestou no domingo a determinação da aliança do Atlântico Norte para avançar na construção de um sistema de defesa antimísseis, após o que descreveu como o êxito do primeiro teste realizado neste plano.

"Depois da cúpula de Chicago, seguiremos ampliando o sistema em direção a sua plena capacidade operacional", escreveu o secretário-geral da aliança atlântica, Anders Fogh Rasmussen, no The Wall Street Journal.

"A Otan já desenvolveu um sistema de comando e controle inicial pra vincular os ativos americanos com sensores e interceptadores proporcionados por aliados europeus", disse Rasmussen. "Espero que ocorram mais anúncios nos próximos meses e anos", acrescentou.

Os líderes da Otan preveem anunciar o início da fase de "capacidade provisória" do escudo antimísseis na cúpula que será realizada na cidade americana de Chicago (Illinois, norte) nos dias 20 e 21 de maio.

No entanto, a Otan e a Rússia não conseguiram alcançar um acordo, diante dos temores de Moscou de que o sistema ocidental está dirigido contra seu próprio arsenal de dissuasão nuclear, apesar das garantias dadas pela Otan, que afirma querer neutralizar o Irã e outras fontes de ameaças.