20 de Abril, 2012 - 10:01 ( Brasília )

Geopolítica

Toneladas de Diplomacia - EUA e Israel falam em "vantagem militar" em diálogo sobre Irã


O ministro da Defesa israelense, Ehud Barak, reuniu-se nesta quinta-feira com seu colega americano, Leon Panetta, pela segunda vez em um mês no Pentágono, para falar da "vantagem militar qualitativa de Israel" e sobre o apoio americano para garantir a superioridade do aliado em relação a seus vizinhos. O Pentágono informou que as duas autoridades também dialogaram sobre outras questões como os conflitos diplomáticos com o Irã, a crise na Síria e a Primavera Árabe.

Washington tenta tranquilizar Israel sobre sua vontade de impedir que o Irã detenha uma arma atômica e de convencer o país a privilegiar as sanções e a diplomacia antes dos ataques a instalações nucleares iranianas, sobre os quais Tel Aviv dá sinais ambíguos. O premiê israelense, Benjamin Netanyahu, afirmou na quarta-feira que "as pessoas que se negam a ver a ameaça iraniana não aprenderam nada do Holocausto". Segundo ele, elas "têm medo de dizer a verdade, que hoje, como então (durante a Segunda Guerra Mundial), há pessoas que querem aniquilar milhões de judeus".

O Irã manteve no último sábado pela primeira vez em 15 meses conversas com as grandes potências do 5+1 (os cinco países do Conselho de Segurança da ONU mais a Alemanha), em Istambul, e os sete países concordaram em voltar a se reunir em 23 de maio em Bagdá. O ministro de Relações Exteriores do Irã, Ali Akbar Salehi, disse no fim dessas reuniões que qualquer disputa poderia ser resolvida rapidamente se o Ocidente mostrasse boa vontade e levantasse as sanções contra Teerã. Os Estados Unidos ameaçam com sanções qualquer país que compre petróleo do Irã, que por sua vez alega que seu programa nuclear tem fins pacíficos.



ÚLTIMAS

Geopolítica

MAIS LIDAS