11 de Maio, 2017 - 09:10 ( Brasília )

Geopolítica

Trump se reúne com chanceler russo em meio à controversa demissão de diretor do FBI

Kremlin se diz "cautelosamente otimista" após encontro de Trump com Lavrov

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, discutiu a guerra civil da Síria com o ministro russo das Relações Exteriores no Gabinete Oval nesta quarta-feira, em um momento em que supostos laços com Moscou estão ofuscando a administração republicana.

O encontro com Sergei Lavrov foi o contato público de mais alto nível entre Trump e o governo do presidente russo, Vladimir Putin, desde que o norte-americano assumiu o cargo em 20 de janeiro.

Trump surpreendeu os Estados Unidos na terça-feira ao demitir o diretor do FBI, James Comey, cuja agência está investigando a suposta interferência russa nas eleições presidenciais norte-americanas de 2016 e a possibilidade de associados do Trump terem colaborado com Moscou. A Rússia nega as alegações.

"Tivemos uma reunião muito, muito boa com o sr. Lavrov", disse Trump a repórteres após o encontro. "Queremos ver o fim da matança, da horrível matança, na Síria o mais rápido possível e todo mundo está trabalhando nesse sentido", disse ele.

A Rússia apoia o presidente sírio, Bashar al-Assad, na guerra civil. Trump disse durante sua campanha eleitoral que ele buscaria laços mais próximos com a Rússia, mas as tensões cresceram após ataques aéreos dos EUA contra um aeródromo sírio em abril, em resposta a um ataque de armas químicas que Washington culpou Assad.

Mais cedo, Lavrov se encontrou com o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson. Enquanto os dois posavam para fotografias, Lavrov reconheceu sarcasticamente a repentina demissão de Comey.

Perguntado por um repórter se o tiroteio lançava uma sombra sobre o encontro, Lavrov respondeu em um tom sarcástico: "Ele foi demitido? Você está brincando."

Kremlin se diz "cautelosamente otimista" após encontro de Trump com Lavrov

O Kremlin se sente cautelosamente otimista sobre a possibilidade de uma melhora nas relações entre a Rússia e os Estados Unidos após o ministro de Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, encontrar o presidente norte-americano, Donald Trump, em Washington, disse um porta-voz do governo russo nesta quinta-feira.

"A conversa em si é extremamente positiva", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, em entrevista coletiva, em referência ao encontro de Lavrov com Trump na quarta-feira.

Peskov disse que o Kremlin vê as possibilidades de um abrandamento "com otimismo cauteloso".

"Nós temos muito trabalho pela frente", disse.


VEJA MAIS