05 de Outubro, 2015 - 11:50 ( Brasília )

Geopolítica

OTAN fará reunião após Rússia violar espaço aéreo da Turquia

Para OTAN, violação russa de espaço aéreo turco é inaceitável


Os países-membros da Otan vão se reunir nesta segunda-feira para discutir os "últimos acontecimentos" depois que um avião de combate russo violou o espaço aéreo da Turquia, disseram fontes do Ministério de Relações Exteriores turco.

A Turquia disse nesta segunda-feira que convocou o embaixador da Rússia para protestar contra a violação de seu espaço aéreo por um avião militar da Rússia, e que ouviu que o incidente foi um "erro" que não vai se repetir.

A Turquia tem o segundo maior Exército dos países que fazem parte da Otan.
 

Para Otan, violação russa de espaço aéreo turco é inaceitável*

A OTAN afirmou nesta segunda-feira considerar "inaceitável" a violação do espaço aéreo da Turquia pela Rússia, e pediu que o país evite elevar as tensões com a Aliança.

"Faço um pedido à Rússia para que respeite plenamente o espaço aéreo da Otan e evite elevar as tensões com a Aliança", assinalou em comunicado seu secretário-geral, Jens Stoltenberg.

Também pediu à Rússia a dar os passos necessários para alinhar seus esforços com os da comunidade internacional na luta contra o Estado Islâmico (EI).

As declarações do secretário-geral foram dadas após se reunir com o ministro de Relações Exteriores da Turquia, Feridun Sinirlioglu, para discutir as recentes ações militares da Rússia na Síria e arredores, incluída a entrada no espaço aéreo turco.

"Deixei claro que a Otan continua fortemente comprometida com a segurança da Turquia", ressaltou Stoltenberg, que anunciou que hoje mesmo convocará uma reunião do Conselho do Atlântico Norte, principal órgão de tomada de decisões da Otan, para discutir a situação.

"As ações da Rússia não estão contribuindo para segurança e para a estabilidade da região", acrescentou.

Um avião russo em missão na Síria violou o espaço aéreo turco e foi interceptado pela aviação deste país, que o obrigou a se retirar, informou o Ministério de Relações Exteriores turco.

O incidente aconteceu no sábado, às 9h08 (6h08 em Brasília), quando um caça russo entrou no espaço aéreo turco na região de Yayladagi, em Hatay, a mais ocidental das províncias turcas que fazem fronteira com a Síria.

* Com agência EFE