20 de Agosto, 2013 - 10:01 ( Brasília )

Geopolítica

Grã-Bretanha rejeita pedido da Espanha por negociação sobre Gibraltar


A Grã-Bretanha rejeitou nesta terça-feira uma proposta espanhola para iniciar negociações bilaterais sobre a soberania do disputado território britânico de Gibraltar, após a Espanha fazer um apelo para que as negociações sejam realizadas "o mais breve possível".

O chanceler espanhol, José Manuel García-Margallo, fez o apelo no Wall Street Journal nesta terça-feira, mas um porta-voz do gabinete de primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que Londres não entraria em qualquer conversa sobre o assunto.

"A soberania está clara em nossas mentes", disse o porta-voz, dizendo que as únicas negociações consideradas pela Grã-Bretanha seriam entre Espanha e Gibraltar sobre as práticas de pesca, mas não sobre a soberania ou controle de suas águas de pesca.

Uma guerra diplomática de declarações sobre o rochoso enclave Mediterrâneo começou em julho, depois que o território construiu um recife artificial em águas disputadas utilizando blocos de concreto. A Espanha disse que o recife restringe o acesso para os seus pescadores.

A Espanha reivindica o território, que tem uma população de apenas 30 mil e foi cedido à Grã-Bretanha por um tratado há 300 anos.

"Desde o início da atual legislatura, o governo espanhol instou o Reino Unido a retomar as negociações bilaterais o mais rapidamente possível sobre questões de soberania de Gibraltar, que estão em espera por muito tempo", escreveu García-Margallo.

A Espanha apertou os controles fronteiriços em represália ao recife e ameaçou tomar outras medidas, incluindo cobrar 50 euros (67 dólares) para que se cruze a fronteira. A Comissão Europeia afirmou na segunda-feira que enviará uma missão de inquérito a Gibraltar para examinar a legitimidade desses controles.