COBERTURA ESPECIAL - Fronteiras - Terrestre

18 de Março, 2015 - 11:30 ( Brasília )

Sisfron - EB apresenta o Guarani para ser usado na fronteira do MS

O novo veículo blindado do Exército Brasileiro será utilizado no combate ao crime organizado na faixa de fronteira

Correio do Estado / MS


O novo veículo blindado do Exército Brasileiro que será utilizado no combate ao crime organizado na faixa de fronteira, em Mato Grosso do Sul foi apresentado nesta terça-feira. A cerimônia militar de lançamento Blindado Guarani – nome do veículo – aconteceu em Dourados.

O veículo foi entregue à 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, organização que recebeu o projeto piloto de implantação do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), lançado em novembro de 2014, informou a assessoria de comunicação do Comando Militar do Oeste.

“Isso mostra que temos um trabalho de integração e o Sisfron pode ajudar na segurança de nossas fronteiras”, avaliou o governador Reinaldo Azambuja, que esteve presente no evento.

Integrando uma frota de veículos blindados que o Exército está produzindo pelo Sisfron, o Blindado Guarani é um carro de combate anfíbio. Com peso de 18 toneladas e tração 6×6, é capaz de transportar 11 militares. Mais alto, tem capacidade maior de proteção anti-minas.

Comparado a modelos anteriores (Urutu e Cascavel), o Blindado Guarani traz como vantagens proteção blindada superior, maior mobilidade, maior capacidade de transposição de trincheiras, maior capacidade de degrau vertical, maior vão livre, suspensão independente hidropneumática e sistema de freio com disco duplo e ABS.

O veículo vem ainda com ar-condicionado, GPS, sistema automático de detecção e extinção de incêndio, capacidade de operação noturna de série e sistema de detecção de laser. Ele pode ser equipado com torre de canhão automático ou de metralhadora, operada por controle remoto. O modelo pode ser aerotransportado por um avião tipo Hercules C-130.

Sisfron

O Sisfron, em seu projeto piloto no município de Dourados, reúne investimentos de mais de R$ 1,3 bilhão para Mato Grosso do Sul, voltados para aquisição de viaturas e construção de novos Centros de Operações (Dourados, Nioaque, Bela Vista, Ponta Porã e Amambai). Equipamentos de alta tecnologia, como sensores, câmeras de alta precisão, radares e torres de internet também passaram a integrar o quadro de investimentos na Brigada, todos eles para combater o tráfico de drogas entre outros ilícitos nas fronteiras do País.

Depois de implantado, o Sistema irá monitorar permanentemente as fronteiras terrestres, que se estendem por quase 17 mil quilômetros ao longo de dez países, 11 Estados e 588 municípios brasileiros (investimentos federais de R$ 12 bilhões). Em Mato Grosso do Sul são 1.527 quilômetros de fronteira entre Mundo Novo e Corumbá onde o Sisfron irá atuar com o apoio do Governo do Estado.

Matérias Relacionadas

Acesse a Cobertura Fotográfica da Ativação do SISFRON na 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada link

Para artigos sobre o SISFRON Acesse a Cobertura Especial link

Para artigos sobre a Viatura Blindada Guarani acesse a Cobertura Especial link