COBERTURA ESPECIAL - Front Interno - Segurança

03 de Março, 2013 - 18:50 ( Brasília )

MST - A terra, por si só, não resolve

Para ele, produção não é maior por falta de assistência técnica e crédito




SÃO PAULO Alexandre Conceição, um dos líderes do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), afirma que desconhece o número de assentados beneficiados pelo Bolsa Família, mas acredita que eles recebam o dinheiro apenas como complemento de renda. Segundo ele, se a produção dos assentamentos não é maior é devido à falta de assistência técnica.

- A terra, por si só, não resolve. Só a terra não basta. Junto com a política de assentar é preciso que haja assistência técnica, crédito, oferta de sementes e compra da produção - diz ele.

Conceição afirma que, no Nordeste, a seca levou os assentados a perderem no ano passado milhares de hectares de produção. Ele não concorda, porém, que as terras alvo de assentamento sejam de qualidade baixa:

- Não concordo que as terras sejam ruins. Tem muita terra não adaptada, mas é preciso que o governo ajude na recuperação do solo. Terra ruim é terra concentrada em latifúndios, terra improdutiva. Existem milhares de técnicas de recuperação de solo e produtividade a serem aplicadas.

O líder do MST afirmou que as pessoas que moram nas cidades e se inscrevem em programas de reforma agrária são aquelas que migraram do campo, forçadas pelo processo de urbanização. Segundo ele, a maioria não perde a capacidade de trabalhar a terra:

-A agricultura camponesa é a profissão mais fácil de aprender. É mais fácil do que estudar para ser mecânico. Temos muitos ex-cortadores de cana, gente que trabalhou com café, com cacau, que teve de se mudar para as cidades.

Segundo Conceição, assentamentos criados com base no MST são hoje os maiores produtores de arroz orgânico do país, têm participação grande na bacia leiteira do Sul e Sudeste, produzem milhares de galinhas caipira e uvas irrigadas no Piauí. Também no Nordeste, na região do São Francisco, há dezenas de assentados trabalhando com fruticultura irrigada:

- Produzimos muito mais do que se imagina. E produzimos no sistema de agroecologia, sem veneno - diz, acrescentando que os assentamentos são fornecedores de alimentos para a Conab e para o programa de merenda escolar em grande quantidade.