COBERTURA ESPECIAL - Fidae - Defesa

02 de Abril, 2012 - 16:14 ( Brasília )

OrbiSat vende mais três unidades do COAAe ao Exército Brasileiro

Sistema integra e transmite dados obtidos pelo radar SABER M60 e pelas Unidades de Tiro

A OrbiSat, empresa controlada pela Embraer Defesa e Segurança, especializada em tecnologias complexas para radares de vigilância terrestre, antiaérea e de sensoriamento remoto, acaba de fechar a venda de mais três unidades do COAAe (Centro de Operações de Artilharia Antiaérea) para o Exército Brasileiro. Com esses, a empresa completa a venda de nove COAAe para o exército, totalizando cerca de R$ 8 milhões em negociações. As novas unidades devem ser entregues ainda nesse semestre.
 
O novo sistema foi desenvolvido pela OrbiSat, em parceria com o CTEx (Centro Tecnológico do Exército) e a RF COM. E foi projetado para receber os dados obtidos pelo radar SABER M60 e pelos Postos de Vigilância, integrá-los e transmiti-los para os operadores e para as Unidades de Tiro, dando suporte na tomada de decisões. O sistema opera embarcado em uma cabine especialmente desenvolvida e integrada a uma viatura, também de fabricação nacional. 
 
Sem similares no mercado brasileiro, o COAAe pode ser utilizado para coordenação da defesa de tropas e instalações militares, em situações de combate e em grandes eventos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas. “No caso de grandes eventos como a Copa e as Olimpíadas, o COAAe funciona como uma base para o comando e controle das informações enviadas pelo radar SABER M60 e que é capaz de informar em tempo real a toda a movimentação aérea em um raio de
60 quilômetros”, explica Mauricio Aveiro, presidente da OrbiSat. 
 
Segundo Aveiro, o COAAe foi projetado par a agregar valor à usabilidade SABER M60. “Com o início da operação deste radar, foi identificada a necessidade de um sistema que desse suporte ao SABER M60, permitindo que fossem extraídas mais possibilidades de todo o sistema. A OrbiSat é a primeira empresa a desenvolver tal tecnologia no Brasil. Isso nos coloca entre as principais empresas do mundo a atuarem no setor de defesa nacional. Além disso, o COAAe atende às necessidades do Exército Brasileiro, sem a necessidade de adaptações aos padrões já adotados”, explica.
 
“Desenvolvemos um produto capaz de ser integrado a outros radares já existentes, o que permite a aplicação em outros sistemas, além do SABER M60, dando suporte às necessidades das demais forças armadas tanto do Brasil quanto de outros países”, conclui Aveiro.

 
Sobre o SABER M60


A OrbiSat também completou a entrega de nove radares SABER M60 para o Exército Brasileiro no ano passado. A produção e a entrega dos equipamentos foram  concluídas em menos de oito meses.

A empresa foi contratada para desenvolver o radar em parceria com o CTEx e já entregou ao Centro, desde o início do segundo semestre, nove unidades. Os equipamentos, certificados pelo Exército, são considerados os mais modernos e precisos existentes no mundo, com a capacidade de realizar busca e vigilância de baixa altura.

O radar vai permitir rastrear alvos em um raio de até 60 quilômetros e a uma altitude de até cinco mil metros, transmitindo as informações em tempo real a um Centro de Operações de Artilharia Antiaérea. O sistema auxilia de forma eficaz na proteção de pontos e áreas sensíveis como indústrias, usinas, instalações governamentais e locais de eventos importantes como a Copa do Mundo de 2014. Com isso, o Brasil passa a dominar uma tecnologia estratégica para defesa e segurança, contribuindo para soberania do País.

Por ser móvel e de baixo peso, pode ser facilmente transportado para qualquer local do território nacional ou empregado em missões de paz no exterior. Sua instalação para entrar em operação pode ser feita em menos de 15 minutos e por apenas três pessoas.

Outro ponto importante é que o radar pode ser integrado a sistemas de armas baseados em mísseis ou canhões antiaéreos.

Na opinião do presidente da OrbiSat, Maurício Aveiro, a entrega dos radares marca uma nova etapa na vida da empresa e a coloca como uma fornecedora nacional e estratégica de radares de alta tecnologia para a área de Defesa.



Outras coberturas especiais


OTAN

OTAN

Última atualização 25 SET, 11:45

MAIS LIDAS

Fidae