COBERTURA ESPECIAL - Eventos - Segurança

28 de Novembro, 2013 - 12:45 ( Brasília )

MD - Operação Copa no Paraná - Importante


Nota DefesaNet

Importante descrição da estratégia de operações do MD para a Copa do Mundo e a criação de uma Força de Contigência.

O Editor


Nota da Secretaria de Segurança do Paraná 27 Novembro 2013


O general-de-exército José Carlos de Nardi, chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, esteve em Curitiba na segunda-feira (25), acompanhado do general Jamil Megid Junior, responsável pela operação e planejamento da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014, para tratar de assuntos nas áreas de segurança pública e defesa nacional.

A reunião aconteceu na Sala de Gestão do Centro Integrado de Comando e Controle e contou com a presença do secretário estadual da Segurança Pública, Cid Vasques, reunindo representantes da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Científica, Polícia Federal, Abin, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, secretaria municipal da Copa, coordenação estadual da Copa, Guarda Municipal, Exército, Marinha e Aeronáutica.

Foi realizada uma apresentação por parte da Comissão Estadual da Segurança Pública e Defesa Civil para Grandes Eventos (Coesge), do Ministério da Justiça, quando o presidente e delegado da Polícia Federal, Flúvio Cardinelle Garcia, fez um relato do trabalho que vem sendo executado no Paraná. “Estamos trabalhando com milhares de protocolos nesta programação da Copa, envolvendo mais de 30 setores importantes dos órgãos de segurança pública”, disse Garcia. “Vamos agora fazer as reuniões decisivas de finalizações e partir para as simulações na prática”, completou.

Na ocasião, também foi apresentado um panorama atual do Centro Integrado de Comando e Controle, por parte do capitão Ivan Ricardo Fernandes, responsável pelo setor de Engenharia da Secretaria da Segurança Pública. “Já estamos na parte final da montagem do Centro Integrado, onde teremos 48 posições, cada uma com um representante das forças de segurança, atuando com informações online, em tempo real”, informou ele.

O secretário Cid Vasques ressaltou o profissionalismo e a qualidade das forças de segurança estaduais envolvidas na preparação para o Mundial de futebol. “Um dos exemplos da atuação das nossas polícias ocorreu durante as manifestações populares de junho, quando as tropas se notabilizaram nacionalmente pelo eficiente trabalho. Na Copa, Curitiba vai abrilhantar o evento”, afirmou.

FORÇAS ARMADAS - De acordo com o general José Carlos de Nardi, o comando estará preparado com uma Força de Contingência, mas somente vai utilizá-la em situação extrema, no caso da decretação da operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). “Aqui no Paraná o CDA (Controle de Defesa de Área) estará a cargo da Aeronáutica, com o brigadeiro Roberto, auxiliado pelo brigadeiro Bastos, e contaremos com o general Fernando Freitas na chefia do Estado Maior Conjunto”, afirmou o general. “No setor de Segurança Pública estaremos atuando em parceria com a Coesge, do Ministério da Justiça, que tem no Paraná a coordenação do delegado Flúvio Garcia”, concluiu.

O coordenador-geral da Copa do Mundo 2014 no Paraná, Mario Celso Cunha, falou sobre os Centros de Treinamento no Interior, os quais também estarão incluídos no planejamento de segurança, além de lembrar sobre a preocupação com os seguranças da vigilância privada.

“Nós vamos precisar de cerca de dois mil stewards para a sede de Curitiba e até agora somente 90 deles estão qualificados para este trabalho no estádio e nos hotéis. Todos precisam passar por cursos especiais, além de já serem vigilantes, necessitando de mais 50 horas de capacitação para Grandes Eventos”, falou Cunha.

Também foi mencionado o treinamento e a consequente utilização dos Centros de Comando e Controle Móveis, que estão no pátio da Polícia Militar, para treinamentos. “Trata-se de uma ferramenta da mais alta tecnologia, que será muito importante para apoio em locais como estádio e fan fest”, lembrou o coronel.

Os Centros de Comando e Controle Móveis possuem câmeras com tecnologia infravermelha, televisores, telefones e terão geradores de uma rede sem fio (wi-fi). Eles também são adaptados com sistemas de comunicação, videomonitoramento e gestão de eventos.

Esses centros móveis integram o conjunto de equipamentos do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), para ações de segurança para a Copa do Mundo, dotado de equipes de alto desempenho, modelo lógico, ferramentas de inteligência e sistemas tecnológicos de última geração, capazes de prover uma imagem fiel e em tempo real do panorama global, eventos associados e recursos envolvidos.

 


Outras coberturas especiais


Fundação EZUTE

Fundação EZUTE

Última atualização 19 OUT, 20:20

MAIS LIDAS

Eventos