COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações - Defesa

10 de Maio, 2017 - 09:50 ( Brasília )

Forças Armadas homenageiam ex-combatentes em Belém (PA)

Cerimônia militar em Belém marca 72 anos do fim da II Guerra. Integrantes da Força Expedicionária Brasileira recebem homenagem.

Tenente Brenda Alvarez / Aspirante Aline Fuzisaki


As Forças Armadas se reuniram em Belém, no dia 8 de maio, para celebrar o Dia da Vitória. A cerimônia militar ocorreu na Praça da Bandeira, no centro da cidade, e foi presidida pelo Major-Brigadeiro do Ar Carlos Minelli de Sá, Comandante do Primeiro Comando Aéreo Regional (I COMAR) e Presidente da Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA).

Na ocasião, foram homenageados o Segundo-Tenente Raimundo Nonato de Castro e o Segundo-Tenente Josias Malaquias de Araújo, dois ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira (FEB), que residem na capital paraense.

Em seu discurso, o Comandante do I COMAR enfatizou a importância do evento, pois marca a comemoração do fim da guerra e do retorno da paz e, especialmente, do fim do sofrimento que esses combates trazem. “Homens e mulheres de honra estão presentes em todos os países para manter a preservação da paz, mas, se necessário, entrarão em guerra para defender o território e a sua nação”, completou o Major-Brigadeiro Minelli.

O evento em Belém reuniu militares do I COMAR, do Comando Militar do Norte (CMN) e do 4º Distrito Naval (4º DN). O público conferiu algumas atividades realizadas pelas Forças Armadas em estandes montados na Praça. A Ala 9 ficou responsável pela exposição da FAB, que mostrou as atividades realizadas na Amazônia, além de fazer a divulgação das formas de ingresso e distribuir informativos sobre segurança de voo.

O Dia da Vitória marca a rendição do exército nazista e o fim da Segunda Guerra Mundial, ocorridos no mesmo dia, no ano de 1945, considerado o maior e mais cruel conflito da história da humanidade. Durante a missão na Segunda Guerra, o Pará enviou para o solo europeu 595 militares, sendo que quatro deles morreram em batalhas em solo italiano.

Comando Militar do Sul celebra o Dia da Vitória em Porto Alegre¹

O Comando Militar do Sul (CMS) realizou, nesta terça-feira, ato em celebração ao Dia da Vitória no Parque da Redenção, na região central de Porto Alegre. O evento comemora o aniversário do fim da II Guerra Mundial, em 1945. Um dos principais objetivos da ação foi destacar a atuação da Força Expedicionária Brasileira (FEB) no conflito armado que mobilizou a Europa de 1939 a 1945.

O ato reuniu militares do Exército, da Marinha, da Aeronáutica e veteranos da FEB, única tropa sul-americana que participou dos combates da II Guerra. A cerimônia foi presidida pelo general de divisão Valério Stumpf Trindade, comandante da 3ª Região Militar, que possui sede no Estado.

Por meio de comunicado, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, destacou a importância da atuação da FEB no triunfo dos países aliados contra as forças lideradas pela Alemanha nazista:

"A Força Expedicionária Brasileira, FEB, composta por mais de 25 mil homens do Exército Brasileiro, teve um notável papel no triunfo das forças democráticas no continente europeu, que resistia a regimes autoritários em vários países".

A FEB, que desembarcou em Nápoles no dia 16 de julho de 1944, combateu por 239 dias, vencendo as batalhas de Camaiore, Monte Prano, Monte Castelo, Montese, Fornovo. Os militares brasileiros também participaram da rendição da 148ª Divisão de Infantaria Alemã.

¹com ZH via Notimp Agência Força Aérea

 


VEJA MAIS