COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações - Aviação

07 de Setembro, 2016 - 11:00 ( Brasília )

III Olimpíada de História Militar e Aeronáutica na AFA


Hermelindo Lopes Filho Lopes


A Academia da Força Aérea realizou nos dias 17 e 18 de agosto a terceira edição da Olimpíada de História Militar e Aeronáutica.

Neste ano, a vibrante competição de conhecimentos reuniu 56 competidores, agrupados em 14 equipes.

A novidade foi a participação dos aspirantes da Escola Naval, dos cadetes da AMAN e dos alunos da EsPCEx. A integração entre os conhecimentos da História Naval, da História Militar Terrestre com a História da Aviação propiciou a desejada interoperabilidade educacional entre os futuros oficiais.

A abertura solene do evento aconteceu na tarde do dia 17, com o discurso do brigadeiro do ar Saulo Valadares do Amaral. Como no ano passado, o apresentador e cantor Ronnie Von, que foi cadete da Aeronáutica na década de 1960, anunciou a competição educacional em seu programa Todo Seu, da TV Gazeta, gravando uma mensagem especial de motivação aos competidores.

As provas de conhecimentos envolveram diversos questionários no modelo quiz e uma pesquisa temática. Em todo o certame foram ofertadas mais de 120 questões em diferentes temas, abrangendo assuntos da História Militar da Antiguidade até a Idade Contemporânea.

Na primeira fase, os competidores passaram por um duro teste eliminatório de 60 questões de múltipla escolha realizado em apenas 120 minutos.

A surpresa ficou por conta da Equipe ALTE. COCHRANE, da Escola Naval, que largou na frente com a maior pontuação. Nesta etapa, o destaque individual foi o aspirante Guilherme da Silva Costa Júnior, que obteve 49 acertos, a maior pontuação dentre todos os competidores nessa etapa.

A 1ª Fase classificou as seguintes equipes:

1. ALTE. COCHRANE (ESCOLA NAVAL).................................... 157
2. CEL. JOHN BOYD (AFA)......................................................... 150
3. GEN. DOUGLAS MacARTHUR (AFA)..................................... 149
4. TEN. LIMA MENDES (AFA)..................................................... 146
5. ALTE. SALDANHA DA GAMA (ESCOLA NAVAL)................... 143
6. MAL. JOSÉ PESSOA (AMAN/EsPCEx).................................. 142

Na 2ª Fase, também eliminatória, as seis equipes enfrentaram um mesmo questionário de 24 perguntas para resolução em grupo. Cada questão, valendo 10 pontos, de modelos abertas e fechadas, exigia o tempo de 30 segundos de resposta. Guerras Púnicas, Cavaleiros Medievais, Insurreição Pernambucana e Guerra das Malvinas foram alguns dos muitos temas abordados nas quatro baterias. Nessa etapa, destacaram-se pelo aproveitamento as equipes JOHN BOYD, da AFA, e ALTE SALDANHA DA GAMA, da Escola Naval.

Ao final da 2ª Fase, as pontuações estavam notavelmente alteradas, revelando as três equipes classificadas:

1. CEL. JOHN BOYD (AFA).......................................................... 370
2. ALTE. SALDANHA DA GAMA (ESCOLA NAVAL).................... 313
3. TEN. LIMA MENDES (AFA)...................................................... 306
4. ALTE. COCHRANE (ESCOLA NAVAL).................................... 297
5. GEN. DOUGLAS MacARTHUR (AFA)..................................... 279
6. MAL. JOSÉ PESSOA (AMAN/EsPCEx)................................... 242

Dentre os oito assuntos apresentados para a 3ª Fase, foi sorteado o tópico Guerra da Coréia. Na manhã do segundo dia da Olimpíada, os atletas da História mergulharam em pesquisas e no desenvolvimento de suas apresentações. No período da tarde, as três equipes realizaram diferentes abordagens acerca do conflito em suas apresentações. Em seguida, a Banca Avaliadora, composta por onze oficiais e professores de notório saber em História Militar teceram considerações e emitiram suas avaliações.

Embora inalterada as posições, o placar ao final da 3ª Fase ficou assim:

1. CEL. JOHN BOYD (AFA).......................................................... 622
2. ALTE. SALDANHA DA GAMA (ESCOLA NAVAL).................... 550
3. TEN. LIMA MENDES (AFA)...................................................... 534

No início da noite do dia 18, teve início a quarta e última etapa da competição com o vibrante quiz de respostas orais, na qual a equipes tinham apenas 20 segundos para responder. As questões, cada vez mais difíceis, agora valiam 20 pontos cada.

A última bateria previa a perda de 10 pontos no caso de respostas erradas ou o repasse da mesma, caso a equipe não quisesse arriscar. Foi nesse momento que a equipe LIMA MENDES, da AFA, ultrapassou a SALDANHA DA GAMA, da Escola Naval, enquanto a equipe JOHN BOYD, campeã do ano passado, consolidava-se na primeira posição.

A última rodada de questões concentrou perguntas sobre a Segunda Guerra Mundial, envolvendo a participação da FEB, todavia, o resultado já se mostrava definido, como a equipe JOHN BOYD sagrando-se bicampeã.

O placar final da III Olimpíada de História Militar e Aeronáutica da AFA foi o seguinte:

1º - EQUIPE CEL. JOHN BOYD (AFA): 762 pontos
Cad Daniel BUNCHAFT Souza Ribeiro
Cad Gabriel RAMIREZ Pina
Cad Daniel de Almeida ROMANI
Cad Rômulo Rebello QUEDINHO

2º - EQUIPE TEN. LIMA MENDES (AFA): 704 pontos
Cad Amilton Oliveira Ferreira JÚNIOR
Cad Guilherme Fernando CARVALHAES
Cad OTÁVIO Silveira Alves
Cad Lucas SILVEIRA Alves

3º - EQUIPE ALTE. SALDANHA DA GAMA (ESC NAVAL): 640 pontos
Asp Arthur HIPPLER Barcellos
Asp Christian TOSHIO ITO
Asp Bruno FRANCESCO F. Dall'antonia
Asp RAFAEL Maganha Ribeiro


As premiações se deram na forma de medalhas de ouro, prata e bronze, gentilmente cunhadas e cedidas pelo Instituto Histórico Cultual da Aeronáutica, que apoia a iniciativa. Os aspirantes e cadetes das equipes finalistas também receberam premiações complementares em livros doados pelas editoras Contexto e M. Books.

O comandante da AFA, brigadeiro Valadares encerrou o evento agradecendo aos comandantes das escolas co-irmãs pela oportunidade de integração educacional e destacou o compromisso em promover a inovação das práticas de ensino.