18 de Abril, 2019 - 15:50 ( Brasília )

Defesa

Discursos, condecorações e apresentações marcam o Dia do Exército em Brasília


Major Sylvia Martins

O dia 19 de abril de 1648, data de Primeira Batalha dos Guararapes, constitui a origem do Exército Brasileiro, que hoje está presente em todo o País, como mais de 200 mil integrantes e de 650 organizações militares. As comemorações da data magna, em Brasília, nesta quarta-feira (17), contaram com a presença do Presidente da República, Jair Bolsonaro, em cerimônia no Setor de Militar Urbano, além de entrega de medalhas, apresentação de banda marcial e exposição de material da Força.

Durante as honras de recepção, o Presidente Bolsonaro foi recebido pelos Vice-Presidente Hamilton Mourão, Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, Comandante da Marinha, Ilques Barbosa, e Comandante do Exército, Leal Pujol. Em seguida, após a apresentação da tropa, Bolsonaro assistiu à cerimônia ao lado das autoridades civis e militares.

Em seu discurso, o Presidente da República lembrou que o Exército, nos momentos mais difíceis da Nação, “sempre esteve ao lado da vontade do seu povo”. Bolsonaro enfatizou: “Exército que respira e transpira democracia e liberdade” honra a todos os brasileiros. Destacou ainda que a Instituição é fator de integração, de progresso e de garantia da soberania do Brasil.

Muito aplaudida, a Banda Marcial do Exército, com uniformes históricos fez apresentação exclusiva em frente à tribuna presidencial, com evoluções ao som de músicas contemporâneas.

Ao final do evento, alunos do Colégio Militar de Brasília ficaram ao lado do Presidente Bolsonaro, quando a chuva deu um tom de resistência ao desfile da tropa, composta de representações a pé, motorizadas e a cavalo.

Braço Forte, Mão Amiga

A Ordem do Dia do Comandante do Exército, General de Exército Edson Leal Pujol, fez referência a duas expressões que pautam as ações da Força Terrestre: “Braço Forte, Mão Amiga”.

Em diversos trechos destacou o “Braço Forte” no permanente estado de prontidão do Exército, que, durante a história, combateu as tentativas de separação do território, e que, recentemente, demonstrou sua capacidade para além de nossas fronteiras, como no caso de missões de Paz.

A “Mão Amiga” foi citada nas ações subsidiárias e de ajuda humanitária em que o Exército oferece os mais variados apoios em prol do bem-estar das pessoas.

“A cada celebração em que comemoramos mais um ano de existência é imprescindível olhar para trás, em reflexão ao que já foi realizado, na busca das lições aprendidas e da melhoria contínua”, apontou o texto.

Veja aqui a íntegra da Ordem do Dia

As condecorações

As datas magnas são oportunidades únicas para retribuir aqueles que prestaram relevantes serviços às Forças Armadas. Na cerimônia, foram concedidas a 400 personalidades e sete Instituições as medalhas da Ordem do Mérito Militar e Medalha Exército Brasileiro.

A Ordem do Mérito Militar é a mais alta distinção honorífica do Exército Brasileiro, criada em decreto de julho de 1934, já a Medalha Exército Brasileiro foi instituída em Portaria do Comandante do Exército nº 219, de 2016.

O Presidente Jair Bolsonaro condecorou com a Ordem do Mérito Militar os estandartes da Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, do Comando Militar do Norte, Gabinete do Comandante do Exército, Parque de Material Aeronáutico de São Paulo, Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Receita Federal do Brasil e Colégio Militar do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará.

Exposição de material

Como parte das comemorações, de 12 de abril até hoje (17), adultos e crianças puderam visitar uma Exposição de Material de Emprego Militar do Exército, na Praça dos Cristais, em frente ao local da cerimônia.

Organizada pelo Comando Militar do Planalto (CMP), a exposição dispôs para o público equipamentos de emprego militar, viaturas blindadas, canhões, lançadores de foguetes, helicóptero, motocicletas, bandas militares e cães da Polícia do Exército e do Batalhão da Guarda Presidencial.

 



ÚLTIMAS

Defesa

MAIS LIDAS