02 de Dezembro, 2015 - 10:50 ( Brasília )

Defesa

FAB - Simulação de socorro médico encerra curso de gestão de risco da Defesa

Exercício contará com a participação de aproximadamente 700 militares e 200 civis

O Ministério da Defesa (MD) promove, nesta quinta-feira (03/12), um exercício integrado de simulação de pronta-resposta e gerenciamento de consequência com múltiplas vítimas. A atividade faz parte da conclusão do 1º Curso de Resposta Médica em Desastres Naturais e Antropogênicos (causado por ações humanas), realizado na área da Vila Militar, em Deodoro (RJ).

O curso, iniciado em 27 de julho de 2015, tem o objetivo de capacitar médicos militares e civis para intervenção em situações de desastres e em gestão de risco, além de integrar os diversos órgãos passíveis de atuar em ocorrências que possam exigir atendimento médico complexo e em ambientes críticos.

Na oportunidade, será simulado um incidente provocado por ato humano. O exercício contará com a participação de aproximadamente 700 militares e 200 civis, dois helicópteros de socorro médico (um da Força Aérea Brasileira (FAB) e um da Polícia Militar), e cerca de 20 ambulâncias das Forças Armadas, da Secretaria Estadual de Defesa Civil e Corpo de Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro e da Secretaria Estadual de Saúde.

Além dessas instituições, participam do exercício representantes da Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos do Ministério da Justiça, Agência Brasileira de Inteligência, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional de Segurança Pública, Secretaria Estadual de Segurança do Rio de Janeiro, Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Polícia Civil, Centro de Operações Rio da Prefeitura, Guarda Municipal do Rio de Janeiro, Subsecretaria de Defesa Civil da cidade do Rio de Janeiro e Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro.

As ações afetarão bairros como Magalhães Bastos, Ricardo de Albuquerque, Deodoro, Guadalupe e Marechal Hermes, tendo em vista o fechamento do trânsito na Vila Militar, no dia 3 de dezembro, das 10h às 12h. A avenida Duque de Caxias terá o trânsito fechado, das 10h às 12h do dia 3.

O exercício de simulação de pronta-resposta e gerenciamento de consequência também será uma oportunidade para testar as capacidades de Comando e Controle e toda a estrutura necessária ao gerenciamento de consequência em caso de acidente com múltiplas vítimas.

FAB capacita bombeiros para atuar em aeroportos

Por meio de cooperação entre a Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC PR) e a Diretoria de Engenharia da Aeronáutica (DIRENG), a Força Aérea Brasileira (FAB) está capacitando bombeiros civis e voluntários para atuação em aeródromos. A expectativa é que cerca de 240 bombeiros sejam treinados nos Estados do Rio Grande do Sul, Goiás, Minas Gerais e Amazonas.

Os cursos serão realizados no Batalhão de Infantaria da Aeronáutica de Canoas (BINFAE-CO), na Base Aérea de Anápolis (BAAN), no Parque de Material Aeronáutico de Lagoa Santa (PAMA LS) e na Base Aérea de Manaus (BAMN).“Após a formação, o bombeiro volta para o seu local de origem capacitado para atuar em casos de combate a incêndios em aeródromos e também no resgate de feridos na situação de acidente aeronáutico”, explica o coordenador do curso no BINFAE-CO, Tenente de Infantaria Arthur Hendzel Condado.

Em Canoas (RS), o curso  para integrantes do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Corpo de Bombeiros Voluntários do Sul (Voluntersul) começou no dia 23 de novembro. As aulas são dadas por militares do BINFAE-CO e da Base Aérea de Santa Maria (BASM), além de uma representante técnica da SAC PR e de um militar do Instituto de Logística da Aeronáutica (ILA).

A duração é de quatro semanas e os alunos têm instruções sobre atendimento pré hospitalar, conhecimento de aeronaves, especificidade de aeródromos, agentes extintores, legislações específicas, além de combate e prevenção de incêndios. Eles terão ainda uma instrução prática avaliada de combate e extinção de incêndio, a ser realizada no Aeroporto Internacional Salgado Filho, sediado em Porto Alegre.