COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Geopolítica

01 de Fevereiro, 2013 - 09:42 ( Brasília )

Síria responde ataque aéreo de Israel com hackers

Exército Eletrônico Sírio teria invadido sites israelenses

Relatos recentes dão conta que jatos israelenses realizaram aparentes ataques dentro do território sírio, atingindo um centro de pesquisas ou um comboio de armas destinado a militantes do Hezbollah, no vizinho Líbano, ou ambos.

A Síria respondeu ao ataque aéreo israelense pelo ciberespaço. Um grupo de hackers do país, autodenominado Exército Eletrônico Sírio, apreciadores do regime do Presidente do país, Bashar al-Assad, anunciaram ter invadido sites relacionados a Israel em resposta a um bombardeio na quarta-feira, 30.

O ataque teria acontecido a um centro de pesquisas em Damasco, mas a imprensa ocidental noticiou que o alvo era um comboio de armas químicas e mísseis antiaéreos russos que chegariam ao Hezbollah. A Rússia, em nota do Ministério dos Negócios Estrangeiros, divulgou que iria investigar o caso e, caso se confirmasse a veracidade, este seria uma grave violação do direito internacional.

A ONU, porém, não confirmou que o espaço aéreo sírio havia sido violado, conforme declarou o vice-porta-voz do secretário geral do organismo, Eduardo del Buey.

Leia também:
Entenda o que está por trás do 'ataque' de Israel à Síria (Link)