COBERTURA ESPECIAL - Expansão Chinesa - Armas

01 de Agosto, 2014 - 12:25 ( Brasília )

Agência chinesa afirma existência de míssil por engano

Informações foram retiradas do ar ainda nesta sexta-feira

A agência de monitoramento de uma província chinesa aparentemente confirmou a existência de um míssil intercontinental balístico que pode ser capaz de carregar diversas ogivas e ter um longo alcance, podendo chegar até os Estados Unidos.

Um tabloide que tem apoio estatal publicou uma reportagem sobre o míssil em sua edição online nesta sexta-feira, baseado em uma publicação na internet feita pelo Centro de Monitoramento Ambiental da província de Shaanxi, o qual disse que a instalação militar na região estava desenvolvendo armas.

O governo chinês nunca reconheceu a existência do míssil Dongfeng-41 (DF-41), mas o Departamento de Estado dos EUA disse, em um relatório neste ano, que esse armamento poderia carregar um grande volume de ogivas.

Analistas disseram que o míssil pode ter um alcance de cerca de 12 mil quilômetros.

O jornal informou que o míssil era “uma carta estratégica, sendo, sem dúvida, a mais misteriosa e mais capaz de intimidação”.

Tanto a reportagem do tabloide quanto as informações da agência foram retiradas do ar.