12 de Julho, 2012 - 09:59 ( Brasília )

Aviação

Farnborough - Russos e italianos irão desenvolver um avião de patrulha com características únicas


Especialistas russos e italianos irão desenvolver um avião de patrulha com características únicas. Nos aviões Be-200 e L-38, produzidos na Rússia, serão instalados sistemas de comunicação, navegação e identificação inteligentes da empresa italiana SELEX.

Isso permitira às novas máquinas de se tornarem líderes no mercado de aviões de patrulha. O contrato entre a  Rosoboronexport e o grupo de empresas italiano Finmeccanica foi assinado no show aéreo Farnborough-2012 no Reino Unido.

Apesar das dúvidas de especialistas no sucesso da participação da Rússia no show de Farnborough, aumentadas ainda mais pelo incidente com a participação da equipe de acrobacia aérea Russkie Vitiazi, existem resultados concretos do trabalho dos representantes da Rússia. Um deles é um acordo de cooperação com as empresas italianas SELEX Elsag, SELEX Galileo e WASS, membros do grupo Finmeccanica. O avião de patrulha que surgirá na sequência de esforços conjuntos com os italianos, deverá ser vendido a países terceiros.

O vice-diretor da Rosoboronexport, Alexander Mikheiev, disse que as empresas que se tornaram parceiras, já hoje são jogadores principais no mercado de aviões de patrulha. Unindo forças, poderão se tornar o líder do mercado. O avião poderá realizar várias tarefas, incluindo o controle de fronteiras, a descoberta de rotas de contrabando, narcotráfico e imigração ilegal, o monitoramento de campos de petróleo, operações de salvamento e monitoramento ambiental, disse à Voz da Rússia o porta-voz da Rosoboronexport Viacheslav Davidenko.

"Modificações militares do avião também podem ser projetadas para aplicação da lei, operações anti-submarino e combate à pirataria. O tipo de avião e sua configuração serão determinados de modo que a atender aos requisitos operacionais apresentados pelo usuário final de forma mais custo-efetiva.”

Especialistas russos e italianos vão realizar pesquisas de mercado. Em seguida, o avião poderá ser produzido em série.

Entretanto, este não é o único contrato assinado pela Rússia. Apenas no primeiro dia do show, 9 de julho, a empresa Ilyushin Finance assinou um acordo com a South América Aircraft Leasing do Panamá para o fornecimento de três AN-148. O grupo Helicópteros da Rússia anunciou que pretende assinar um contrato com a companhia italiana AgustaWestland para desenvolver um novo helicóptero ligeiro. A corporação Irkut assinou vários acordos com o grupo francês Zodiac Aerospace Group para expandir a parceria na construção de aviões MS-21.