30 de Outubro, 2017 - 09:50 ( Brasília )

Aviação

EMAER completa 76 anos participando dos principais projetos da FAB

A cerimônia foi marcada pela realização de diversas homenagens

Tenente João Elias


O Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER) realizou, nesta sexta-feira (27/10), em Brasília (DF), a cerimônia militar relativa ao seu 76° aniversário. A unidade participa de diversos projetos da Força Aérea Brasileira (FAB), dentre eles a aquisição do caça Gripen NG, da aeronave multimissão KC-390 e da Reestruturação da FAB.

A solenidade, presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato, contou com a presença do Chefe do EMAER, Tenente-Brigadeiro Raul Botelho, e de membros do Alto-Comando, entre outras autoridades militares e civis.

"O EMAER é planejador, coordenador e, também, fiscal das nossas ações, responsável não apenas pelo acompanhamento dos grandes projetos, como pelas atividades de recursos humanos, de logística, de ciência e tecnologia e dos recursos financeiros", destacou o Comandante da Aeronáutica.

A cerimônia foi marcada pela realização de diversas homenagens. O Tenente-Brigadeiro Botelho entregou uma placa comemorativa dos 76 anos aos ex-Chefes do EMAER.

Representante da Adidância Militar dos Estados Unidos recebe título honorífico

O Tenente-Brigadeiro Astor Nina de Carvalho Netto, Chefe do EMAER no período de 30 de dezembro de 2002 a 20 de julho de 2005, foi um dos homenageados. "É um momento de alegria que representa o reconhecimento pelo trabalho que realizamos, a saudade dos tempos que aqui estivemos e trabalhamos pela Força Aérea, enfim, representa o nosso retorno a esse Estado-Maior, que tanto trabalha, planeja e faz pela nossa Força Aérea", disse.

Já o Comandante da Aeronáutica entregou o Título Honorífico de "Membro da Força Aérea Brasileira", como homenagem a cidadãos e cidadãs que cooperam com as Organizações do Comando da Aeronáutica.

"É uma honra receber esse título, o reconhecimento de um trabalho que a gente faz todo dia, visando a estreitar os laços entre a Força Aérea Americana e a Força Aérea Brasileira.

A gente entende o quão importante é essa aproximação dos dois países no âmbito das Forças Armadas", ressaltou a Assessora do Departamento de Defesa da Adidância Militar dos Estados Unidos, Suzan Resstel, uma das agraciadas.

Ainda durante a solenidade, o Chefe da Segunda Subchefia do EMAER, Brigadeiro Alcides Barbosa Junior, entregou o diploma de Reconhecimento do Sistema de Cooperação das Forças Aéreas Americanas (SICOFAA) a militares do efetivo da Subchefia pelos serviços prestados no Sistema de Informática e Telecomunicações das Forças Aéreas Americanas (SITFAA).

Também foram agraciados com medalhas militares oficiais e praças, em serviço ativo, que completaram 10, 20 ou 30 anos de bons serviços prestados. A distinção foi entregue pelos paraninfos da solenidade, Tenente-Brigadeiro Botelho e Major-Brigadeiro Luis Roberto do Carmo Lourenço.

O EMAER participa dos principais projetos da FAB
 
Ex-Chefes do EMAER são homenageados durante a cerimônia

Histórico

O EMAER foi criado pelo Decreto-Lei nº 3.730, de 18 de outubro de 1941, com a missão de assessorar diretamente o Comandante da Aeronáutica. Por ser um órgão de Direção-Geral, compete ao EMAER estudar e propor soluções que levem ao emprego eficaz do poder aeroespacial, visando a garantir a soberania do espaço aéreo brasileiro.

"As atividades coordenadas pelo EMAER e parte dos desafios que impulsionam sua força de trabalho concorrem para dotar a Força Aérea de uma estrutura moderna, melhor capacitada, sem excessos, eficiente, com efetivo melhor distribuído e focados na sua atividade-fim", concluiu o Tenente-Brigadeiro Botelho.

Fotos: Agência Força Aérea / FAB