03 de Setembro, 2011 - 08:13 ( Brasília )

Aviação

Avião da FACh desaparece com 21 pessoas; porta é encontrada


Um avião da Força Aérea chilena desapareceu nesta sexta-feira com 21 pessoas a bordo perto do arquipélago Juan Fernández, no sul do Pacífico, a 670 km do continente, no que poderia ser um dos piores acidentes aéreos no país nos últimos anos. Segundo o jornal chileno El Mercurio, a porta do avião, um Casa 212, foi encontrada a algumas centenas de metros ao sul do aeródromo de Juan Fernández.

"Um avião desta instituição que se dirigia à ilha de Juan Fernández (...) perdeu contato pelo rádio quando se aproximava da ilha e está desaparecido", revelou a FACH, acrescentando que já iniciou "as ações de busca". O prefeito do arquipélago Juan Fernández, Leopoldo González, disse que foram encontrados objetos que corresponderiam a parte das bagagens. "(Os objetos) estão a 1 km do aeródromo, inclusive no coleman (marca do recipiente de alimentos) que encontraram tinha restos de combustível... por isso se confirma o acidente, lamentavelmente", disse González ao canal estatal TVN.

Entre os passageiros do aparelho está Felipe Camiroaga, conhecida figura da TV chilena, informou a FACH. Segundo o comunicado da instituição, o último contato visual e por rádio com a aeronave foi feito às 17h48 e desde esse momento não se teve mais informação a respeito.

O ministro da Defesa, Andrés Allamand, em entrevista coletiva no Palácio da Moeda, confirmou a informação. Ele explicou que o avião tentou pousar na ilha em duas ocasiões "sem sucesso, e depois perdeu contato, sendo considerado desaparecido". "Devo esclarecer que o cenário que enfrentamos é particularmente adverso", disse Allamand, acrescentando que foi deflagrada uma vasta operação de busca, por ar e mar.

Uma fragata foi despachada para ir em apoio do resgate. "Também o conjunto de navios que se encontrem perto da região foram alertados para ajudar", enfatizou o ministro.

O presidente chileno, Sebastián Piñera, já foi informado e está muito preocupado com a situação. O acidente provoca grande comoção no Chile, onde Felipe Camiroaga é um dos mais populares apresentadores da TV nacional. Durante 2009 e 2010, Camiroaga apresentou o Festival Internacional da Canção de Viña del Mar, considerado o evento de música popular mais importante da América Latina.

O avião partiu de Santiago com três tripulantes e 18 passageiros a bordo, incluindo uma equipe do canal estatal TVN, sob o comando de Felipe Camiroaga. A equipe de TV realizaria uma reportagem sobre a reconstrução da vila do arquipélago destruída pelo tsunami provocado pelo terremoto de 27 de fevereiro de 2010.

Tentativas frustradas
O chefe da torre de controle de Juan Fernández, Felipe Paredes, informou à TVN que "o avião realizou um primeiro sobrevoo, de rotina, sobre a pista, e depois tentou o pouso, mas o vento forçou o aparelho para o lado direito". "Depois levantou em uma manobra que pensei ser outra tentativa de pouso, mas desapareceu em seguida atrás de uma colina".

Lista de passageiros
A FACH divulgou a lista com os nomes dos tripulantes e passageiros da aeronave:

- Passageiros: Sylvia Slier, Rodrigo Cabezón, Carolina Gatica, Felipe Camiroaga, Roberto Bruce, Catalina Vela Montero, Sebastián Correa, o empresário Felipe Cubillos, Joel Lizama, Jorge Palma, Joaquín Arnold, Galia Díaz e Romina Irarrázaval.

- Tripulantes: Rodrigo Fernández, José Cifuentes, a tenente Carolina Fernández, o piloto Juan Mallea, o sargento Eduardo Jones, e os cabos Erwin Nuñez e Flavio Molina, todos da FACH.

Com agências internacionais