27 de Maio, 2014 - 09:00 ( Brasília )

Aviação

FAB forma 134 novos oficiais nas áreas de saúde e engenharia

Aprovados no concurso público realizado ano passado, os oficiais passaram por um treinamento de 18 semanas e serão agora designados para servir nas diversas Unidades da FAB

O Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR) realizou nessa sexta-feira (23/05), em Belo Horizonte (MG), a tradicional cerimônia militar de entrega de espadas a 134 profissionais das áreas de saúde e engenharia. A solenidade marcou a nomeação de 53 médicos, 24 dentistas, 17 farmacêuticos e 40 engenheiros, aprovados no concurso público realizado ano passado.

Os novos oficiais receberam as espadas, símbolo maior do oficialato nas Forças Armadas, representando a conclusão do curso de adaptação militar e a nomeação ao posto de primeiro-tenente. "Consegui a aprovação no concurso para engenheiros na quarta tentativa", revela o engenheiro mecânico César Streit Lucena, natural de Santa Maria-RS, que ingressou na Aeronáutica como sargento em 2004 e agora é oficial de carreira da FAB. "Estou muito feliz e com mais entusiasmo ainda para prosseguir na carreira militar. Ter alcançado esse sonho foi espetacular, tanto pra mim quanto pra minha família, que me incentivou desde o começo da faculdade", completa César.

O evento contou com a presença de autoridades dos Três Poderes, sendo presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente–Brigadeiro do Ar Juniti Saito. O primeiro colocado geral da turma “Gryphus”, Primeiro-Tenente Engenheiro José Bracannot Velloso, recebeu o “Prêmio de Honra ao Mérito” do Ministério da Defesa e o Prêmio Força Aérea Brasileira, conferido aos primeiros colocados nas escolas de formação das Forças Armadas e do Comando da Aeronáutica, respectivamente.

Curso - Com duração de 18 semanas, o curso de adaptação Militar realizado no CIAAR compreende instruções de armamento, munição e tiro, atividades de campanha, conceitos de chefia e liderança, comunicação oral, elaboração de documentos oficiais e treinamento físico. Os novos oficiais foram designados para servir nas diversas Unidades da FAB localizadas no país, de acordo com as vagas ofertadas no edital do concurso.