COBERTURA ESPECIAL - America Latina - Geopolítica

07 de Agosto, 2012 - 11:40 ( Brasília )

México anuncia retorno de embaixador ao Paraguai


O governo mexicano anunciou nesta segunda-feira o retorno de seu embaixador no Paraguai, Fernando Estrada Sámano, que tinha chamado a consultas após a destituição de Fernando Lugo como presidente do país.
 

"A fim de apoiar de maneira ativa as gestões da Organização dos Estados Americanos (OEA) no Paraguai, o embaixador do México nesse país, Fernando Estrada Sámano, voltará a Assunção", divulgou a Chancelaria em comunicado.
 

Em 24 de junho, a Secretaria de Relações Exteriores do México anunciou que tinha pedido a seu embaixador que fosse à capital mexicana "com o propósito de realizar consultas".
 

A Chancelaria disse hoje que analisou "cuidadosamente" o relatório do secretário da OEA, José Miguel Insulza, após sua visita ao Paraguai, em 1º e 2 de julho, na qual o representante mexicano esteve presente perante o órgão.
 

Acrescentou que o México apoiou as recomendações apresentadas no relatório, "assim como as gestões que em seu caso determina este organismo, tendendo ao fortalecimento democrático, institucional e do sistema jurídico do Paraguai".
 

Em seu relatório, Insulza recomendou não suspender o Paraguai do organismo e enviar uma missão de apoio ao processo democrático para superar a crise gerada pela destituição de Lugo.
 

Em 23 de junho, o Senado paraguaio submeteu o ex-mandatário a um julgamento político por supostas falhas em sua gestão, após o que decidiu destituí-lo e pôr em seu lugar ao até então vice-presidente, Federico Franco.
 

No comunicado de hoje, o México também deu as boas-vindas à abertura mostrada pelo governo do Paraguai para atender as recomendações do secretário-geral da OEA.
 

Além disso, expressou sua disposição em "compartilhar experiências e sugestões com essa nação-irmã para contribuir com a consolidação de sua democracia e seu desenvolvimento institucional, por meio de ações concretas em benefício da sociedade paraguaia em seu conjunto".