COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Aviação

25 de Outubro, 2017 - 10:00 ( Brasília )

Aeronave da FAB decolou hoje à tarde rumo à Chapada dos Veadeiros


Uma aeronave Hércules C-130, da Força Aérea Brasileira (FAB), decolocou hoje às 14h27, da Ala 2 (Base Aérea de Anápolis), em Goiás, para apoiar no combate ao incêncio no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Esse primeiro voo vai lançar 12 mil litros sobre os focos de incêndio que consomem, desde o dia 17, a flora e a fauna do Parque Nacional.

Para amanhã (25) estão previstas cinco saídas. No total, 26 militares entre tripulações e equipes de apoio participam da missão.

O C-130 conta com o sistema chamado MAFFS, do inglês Modular Airborne Fire Fighting System. O equipamento é composto por cinco tanques de água, dois tubos que se projetam pela porta traseira do avião.

A cada saída, a aeronave gasta em média 60 minutos de deslocamento até o local de maior foco de incêndio na Chapada dos Veadeiros. São necessários, em média, 30 minutos para reabastecimento de água. A cada duas decolagens, é necessário fazer o abastecimento da aeronave também.

Para realizar corretamente a missão, o avião tem que sobrevoar a área do incêndio numa altitude de 150 pés (46 metros de altura) e acionar o equipamento. O lançamento, por meio de pressão, dura sete segundos e a própria inércia se encarrega de espalhar o líquido sobre o fogo numa linha de 500 metros. Após o lançamento, a aeronave volta para base, onde recebe um novo carregamento de água.

Um segundo C-130 Hércules ajudou no transporte de todo equipamento utilizado na operação. No carregamento continha compressor, piscinas, empilhadeira e fonte de força, além do material que dá suporte ao sistema MAFFS.

De acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o fogo já consumiu 35 mil hectares dos 240 mil hectares da unidade, ou seja, quase 15%. O parque é considerado Patrimônio Natural da Humanidade e está com a visitação suspensa.

Apoio

A FAB já prestou apoio a outros combates a incêndio no Brasil e exterior. Em novembro de 2015, um Hércules e um helicóptero H-34 Super Puma foram empregados num incêndio que ocorreu na Chapada Diamantina (BA). Em janeiro de 2016, também foi empregado um C-130 Hércules no combate ao incêndio no Chile. Na oportunidade, foram lançados mais de 500 mil litros de água na região de Bío-Bío, uma das mais afetadas.



Fotos: Sargento Clemente / Ala 2