COBERTURA ESPECIAL - 11/Setembro

24 de Setembro, 2019 - 10:50 ( Brasília )

Marinha do Brasil coordena Adestramento Conjunto de Salto Livre Operacional


No dia 17 de setembro, foi realizada a cerimônia de abertura da primeira edição do Adestramento Conjunto de Salto Livre Operacional das Forças Armadas Brasileiras (SLOp-19), a bordo do Porta-Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico”.

Sob coordenação da Marinha do Brasil (MB), o adestramento segue até o dia 27 deste mês e tem como principal objetivo promover o intercâmbio e a interoperabilidade das Forças de Operações Especiais.

Com uma série de seminários, a programação do dia teve início com as palavras do Comandante de Operações Navais, Almirante de Esquadra Puntel, que ressaltou a importância do evento para o crescimento profissional dos participantes.

“É uma oportunidade muito interessante para que as unidades de operações especiais da Marinha, do Exército e da Aeronáutica possam trocar conhecimentos e experiências, além de conhecer pessoas”, afirmou. Dentre os temas abordados nas palestras, foram destacados o histórico do SLOp, seu emprego coordenado com submarinos e casos recentes de emprego, como no resgate do capitão norte-americano Richard Phillips, cujo navio de carga foi sequestrado por piratas somalis em 2009.

A programação contou, ainda, com mostruários, exposições de uniformes e armamentos, bem como um simulador de salto com óculos de realidade virtual.

Militares usaram óculos de realidade virtual para simular salto

Saltos a grande altitude

Desde o dia 19, iniciou-se a fase prática, que reunirá militares pertencentes a organizações das três Forças, como o Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais e o Grupamento de Mergulhadores de Combate, da Marinha do Brasil; o Comando de Operações Especiais e a Brigada de Infantaria Paraquedista, do Exército Brasileiro (EB); e a Esquadrilha Aeroterrestre de Salvamento (Paraquedista de Salvamento e Resgate), da Força Aérea Brasileira (FAB).

Os saltos acontecerão nas cidades do Rio de Janeiro e São Pedro da Aldeia. Nesta edição, serão empregados, além do PHM “Atlântico”, plataforma para decolagem de aeronaves da MB, os helicópteros UH-15 Cougar da Força Aeronaval, e as aeronaves da FAB C-130 Hercules.