COBERTURA ESPECIAL - Verde Brasil - Defesa

25 de Junho, 2020 - 11:30 ( Brasília )

Comandos Conjuntos apoiam ações de fiscalização contra delitos ambientais durante Operação Verde Brasil 2


O 53º Batalhão de Infantaria de Selva (53º BIS), à beira do Rio Tapajós, no Pará, conduziu, nesta semana, ações de fiscalização contra delitos ambientais, em coordenação com agentes da Força Nacional de Segurança Pública e do IBAMA. Durante as ações, foram identificadas áreas de desmatamento e houve apreensão de madeira ilegal. O Comando Conjunto Oeste, sediado em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, coordenou as ações desempenhadas pelo 66º Batalhão de Infantaria Motorizado (66º BI Mtz). Os militares prestaram apoio quanto à prevenção e à repressão de crimes ambientais e focos de incêndio nos estados da região onde atuam. O 66º BI Mtz instalou postos de bloqueio e controle de estradas nas localidades de Palmarito, Corixa e Fortuna, além de patrulhamento terrestre em Guaporé. Os três primeiros são municípios sul mato-grossenses e o último fica em Mato Grosso.

Tenente Cristiane dos Santos

 

O Comando Conjunto Amazônia, sediado na capital amazonense, coordenou ações da Força Naval Componente. Os militares inspecionaram embarcações na foz do Rio Madeira, no Amazonas. Em apoio ao IBAMA, o 54º BIS efetuou reconhecimento aeromóvel no município de Apuí, além de fiscalizar madeireiras.

No total, 59 viaturas, 68 embarcações e uma aeronave passaram por vistorias. Houve apreensão de duas embarcações, uma balsa de garimpo, dois tratores, dois caminhões, duas motosserras, um armamento, 36 metros cúbicos de madeira e detenção de cinco pessoas. Os agentes aplicaram multas que somaram R$ 35 mil.

No Comando Conjunto Norte, sediado em Belém, no Pará, várias ações foram deflagradas, como inspeção naval nos rios da capital e em Almeirim. Os militares do 52° BIS fizeram apreensão em serraria de Uruará. No mesmo município houve patrulhamento motorizado coordenado pelo 51º BIS.



O 53º BIS atuou em área desmatada ilegalmente, nas proximidades da terra indígena Men Kragnoti. Duas madeireiras do distrito de Castelo dos Sonhos, a 970 km do município de Altamira, foram fiscalizadas. Nessa ação, 15 embarcações foram vistoriadas, com apreensão de quase 46 metros cúbicos de madeira, um armamento, seis munições e 61 equipamentos diversos, além da detenção de uma pessoa.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Pensando o Estado Nacional Brasileiro

Pensando o Estado Nacional Brasileiro

Última atualização 11 AGO, 14:10

MAIS LIDAS

Verde Brasil