COBERTURA ESPECIAL - Verde Brasil - Defesa

25 de Maio, 2020 - 15:00 ( Brasília )

Militares conscientizam população ribeirinha e inspecionam embarcações em ações da Operação Verde Brasil 2


Tenente Felipe Bueno


Para atuar contra delitos ambientais na Amazônia Legal, a capilaridade das Forças Armadas é recurso fundamental na Operação Verde Brasil 2. Uma das características intrínsecas do ambiente amazônico é a utilização, em larga escala, de sua malha fluvial para o deslocamento de pessoas e mercadorias. Nesses rios, embarcações da Marinha atuam para prevenir e reprimir crimes ligados ao desmatamento ilegal das Florestas Nacionais.

No Pará, a Capitania Fluvial de Santarém realizou, nesse sábado (23), ações de conscientização ambiental para navegantes e população ribeirinha do interior do Pará, além de inspeção naval. A atividade de conscientização ocorreu no Pontão Almirante Felipe Sousa, em Santarém, na área de atuação do Comando Conjunto Marechal Soares de Andrea, nas águas de jurisdição do Comando do 4º Distrito Naval.

Em terra

O Comando Conjunto Príncipe da Beira, que atua nos estados do Acre, Amazonas e Rondônia, divulgou balanço de ações realizadas na região rondoniense de Candeias do Jamari. Até o momento, 825,84 hectares de área estão embargados, enquanto o total de madeira apreendida chega a mais de 2,2 mil metros cúbicos, valor superior a R$ 1,1 milhão.

Na área da Amazônia Legal no Estado de Mato Grosso, as atividades são coordenadas pelo Comando Conjunto Barão de Melgaço, dentre elas, Postos de Bloqueio de Controle de Estradas, patrulhamentos e vistoria de veículos e embarcações.

Operação Verde Brasil 2

A Operação Verde Brasil 2 é coordenada pela Vice-Presidência da República, em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública. A missão deflagrada pelo Governo Federal, em 11 de maio de 2020, visa ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais na Amazônia Legal.

A determinação presidencial para emprego das Forças Armadas em Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi publicada no Diário Oficial da União por meio do Decreto n° 10.341, de 6 de maio de 2020, e tem validade para o período de 11 de maio a 10 de junho do corrente ano.

Para cumprir a determinação presidencial, o Ministério da Defesa ativou três Comandos Conjuntos. São eles: Comando Conjunto Príncipe da Beira (CCj PB), em Porto Velho (RO); Comando Conjunto Barão de Melgaço (CCj BM), em Cuiabá (MT); e Comando Conjunto Marechal Soares de Andrea (CCj MSA), em Belém (PA).

Assim como na Operação Verde Brasil ocorrida em 2019, o Centro de Operações Conjuntas do Ministério da Defesa coordena as atividades a partir de Brasília (DF). Ainda participam da missão integrantes da Polícia Federal, Policia Rodoviária Federal, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), Força Nacional de Segurança Pública, Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) e Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam).



Outras coberturas especiais


TOA

TOA

Última atualização 07 AGO, 17:00

MAIS LIDAS

Verde Brasil