COBERTURA ESPECIAL - Vant - Aviação

03 de Dezembro, 2021 - 10:10 ( Brasília )

Simpósio debate o uso das aeronaves não tripuladas

O Simpósio Regional sobre Sistemas de Aeronaves Não Tripuladas reuniu diversos segmentos da comunidade aeronáutica nacional e internacional

Denise Fontes E Major Oliveira Lima

A terceira edição do Simpósio Regional sobre Sistemas de Aeronaves Não Tripuladas (SIRESANT), promovido pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e pelo Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I), ocorreu de 30 de novembro a 2 de dezembro. Transmitido em formato digital pelo canal do DECEA no Youtube, o simpósio reuniu diversos segmentos da comunidade aeronáutica nacional e internacional, como órgãos governamentais, instituições, autoridades reguladoras e usuários do espaço aéreo.

“O simpósio teve o intuito de promover o desenvolvimento do setor e integrar a comunidade aeronáutica ao conceito do Sistema de Aeronaves Não Tripuladas (UAS)”, destacou o Comandante do CINDACTA I, Coronel Aviador Luiz Felipe Thomaz Gomes Araujo.

Na abertura, o Chefe do Subdepartamento de Operações do DECEA, Brigadeiro do Ar Eduardo Miguel Soares, representando o Diretor-Geral, Tenente-Brigadeiro do Ar João Tadeu Fiorentini, ressaltou a importância do Simpósio. “Eventos como o SIRESANT, que promovem o debate, são oportunidades ímpares para apresentarmos as diretrizes normativas para acesso ao espaço aéreo e permitir o intercâmbio das melhores práticas, das lições aprendidas e dos desafios da integração dos sistemas de aeronaves não tripuladas”, afirmou.

O Oficial-General falou, também, sobre os investimentos em relação ao controle do espaço aéreo nesse tipo de voo. “Estamos implantando ações em prol da evolução da atividade, como a nova versão do Sistema de Solicitação de Acesso ao Espaço Aéreo Brasileiro por Aeronaves Não Tripuladas, o SARPAS NG, que a partir da presente data, está disponível para testes em uma versão beta”, pontuou.

O Subcomandante do CINDACTA I, Coronel Aviador Dan Marshal Freitas, foi o responsável por conduzir o primeiro dia do evento, e discorreu sobre assuntos relativos ao tema por meio de palestras expositivas e educativas.

Na atividade sobre Segurança Pública, no tocante a resposta a desastres, o Major do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais (CBMMG) Kleber Silveira de Castro e o Capitão Rodrigo Faillace Buxbaum, do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro (CBMERJ) enfatizaram a atuação do uso de veículos aéreos não tripulados em missões com características de busca e salvamento, como o caso do desastre em Brumadinho. 

No encerramento do primeiro dia de evento, o Coronel Marshal agradeceu a presença de todos e destacou a importância do DECEA, como órgão normatizador do uso do espaço aéreo no Brasil, que entende a grande relevância em se divulgar a legislação e as informações necessárias para que pilotos e operadores de aeronaves não tripuladas possam realizar operações seguras e em consonância com o arcabouço regulatório em vigor, bem como com as normas preconizadas pela OACI.

O objetivo do SIRESANT 2021 é  de promover essa divulgação das legislações pertinentes e de fortalecer a interação entre a Academia, os pilotos e operadores de UAS e o DECEA, que formam a tríplice hélice da inovação nesse segmento aeronáutico, com o foco principal na segurança operacional”, concluiu. 

Aos interessados, os vídeos dos painéis do evento ficarão disponibilizados no canal do DECEA no Youtube.

Fotos: DECEA


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


US RU OTAN

US RU OTAN

Última atualização 28 JAN, 16:50

MAIS LIDAS

Vant