COBERTURA ESPECIAL - Vant - Geopolítica

01 de Setembro, 2021 - 08:00 ( Brasília )

Ataque com drone em aeroporto saudita deixa oito feridos


Oito pessoas ficaram feridas nesta terça-feira (31) em um ataque de drones no aeroporto internacional de Abha, no sul da Arábia Saudita - informou a coalizão militar liderada pela Arábia Saudita para combater os rebeldes huthis no Iêmen.

"Oito pessoas ficaram feridas, e um avião civil foi danificado, de acordo com as primeiras informações", anunciou a coalizão militar, citada pela televisão pública Al-Ekhbariya.

"Um segundo drone com explosivos que tinha o Aeroporto Internacional de Abha como alvo foi interceptado e derrubado", acrescentou a mesma fonte.

Um primeiro ataque com drones contra o aeroporto foi cometido horas antes e não deixou feridos, nem causou danos materiais, informou a coalizão.

Os voos foram suspensos após este primeiro ataque, de acordo com a televisão estatal.

A coalizão responsabilizou os huthis pelo que disse se tratar de um "crime de guerra". Até o momento, os rebeldes não reivindicaram a autoria destes ataques.

Há sete anos, a guerra no Iêmen opõe as forças do governo, apoiadas por uma coalizão militar liderada pelos sauditas, aos huthis, que têm o suporte do Irã. Estes últimos controlam a maior parte do norte do Iêmen e a capital do país, Sanaa.

Os insurgentes iemenitas também lançam ataques contra o território saudita. No início de março, Riade anunciou que um drone havia atacado um importante porto petroleiro e que um míssil teve como alvo instalações da gigante do setor Aramco, no leste.

A guerra neste país deixou dezenas de milhares de mortos e milhões de deslocados. Segundo a ONU, é a pior crise humanitária do mundo.

Huthis do Iêmen reivindicam ataque com drone ao aeroporto saudita


Os rebeldes huthis do Iêmen assumiram, nesta quarta-feira (10), a autoria de um ataque ao aeroporto de Abha, no sul da Arábia Saudita. Não houve vítimas no atentado.

Quatro drones atingiram as áreas onde aviões militares estavam estacionados no aeroporto de Abha, usado para fins militares, disse o porta-voz militar rebelde em sua conta em uma rede social. De acordo com ele, as aeronaves no local eram usadas para atingir o povo do Iêmen.

A televisão estatal saudita reportou um "ataque covarde" da milícia Huthi ao aeroporto de Adha, no qual um avião civil foi queimado.

O incêndio de um avião de passageiros devido ao ataque huthi no aeroporto de Abha foram controlados, de acordo com a rede estatal.

A televisão citou como fonte a coalizão liderada pelos sauditas em apoio ao governo do Iêmen desde 2015.

Esse aeroporto já foi alvo de rebeldes em outras ocasiões. Os huthis parecem ter intensificado os ataques à Arábia Saudita e às forças apoiadas pelos sauditas no Iêmen depois que o governo dos Estados Unidos anunciou, na sexta-feira, a retirada dos rebeldes da lista de grupos terroristas.

 


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


TOA

TOA

Última atualização 22 SET, 09:50

MAIS LIDAS

Vant