COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

09 de Novembro, 2020 - 11:15 ( Brasília )

1ª Bda Inf Sl coordena exercício no terreno com a participação de 1.500 militares


No período de 25 de outubro a 4 de novembro, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) realizou a Operação Macuxi, um exercício no terreno de adestramento em operações básicas. A operação foi concebida como uma manobra de dupla ação no contexto do amplo espectro, combinando atitudes ofensivas e defensivas contra forças irregulares. Foi realizada, ainda, a integração de capacidades não existentes nas organizações militares orgânicas da 1ª Bda Inf Sl, como Engenharia de Combate, Aviação do Exército, Artilharia Antiaérea e Operações Especiais.

O desdobramento das organizações militares diretamente subordinadas (OMDS) à brigada ocorreu na região sul do estado de Roraima, nas localidades de Serra Grande I e II, munícipio do Cantá. A Base Logística de Brigada (BLB) foi instalada em Rorainópolis, a uma distância de aproximadamente 186 km.

 

As tropas tiveram a oportunidade de serem adestradas em operações como marcha para o combate, ataque coordenado, ataque à localidade, assalto aeromóvel, operações de inteligência, reconhecimento, vigilância e aquisição de alvos com emprego de guiamento aéreo avançado, ultrapassagem, substituição, ação retardadora, defesa em posição, defesa de ponto forte, defesa de área de combate, operações contra forças irregulares e tiro de Artilharia com Observador Avançado em plataforma aérea e embarcado em balsa. Foram utilizadas 122 viaturas e o efetivo empregado foi de cerca de 1.500 militares.  

A Brigada de Infantaria Pára-quedista participou da atividade com uma bateria do 8º Grupo de Artilharia de Campanha Pára-quedista e elementos da Companhia de Precursores Pára-quedista e do Batalhão de Dobragem, Manutenção de Pará-quedas e Suprimentos pelo Ar, que se encontravam na Guarnição de Boa Vista em cooperação de instrução daquela Grande Unidade com a 1ª Bda Inf Sl.

 

Houve a participação da Força Aérea Brasileira com seus aviões de caça Super Tucano e um avião de transporte Bandeirante. A FAB adestrou seus meios aéreos, realizando o apoio aéreo aproximado, o lançamento de paraquedistas e o ressuprimento aéreo, inseridos no contexto da operação.

Na oportunidade, foi realizada uma ação cívico-social com atendimentos médicos e odontológicos para a população, a revitalização de escolas da comunidade e o aproveitamento das tropas do 6º Batalhão de Engenharia de Construção na manutenção da rede de estradas e pontes da região do exercício em prol das comunidades locais.


VEJA MAIS