COBERTURA ESPECIAL - TOA - Terrestre

15 de Julho, 2020 - 11:45 ( Brasília )

Com recursos do SISFRON, 16ª Brigada de Infantaria de Selva moderniza sua frota fluvial


No dia 13 de julho, com recursos descentralizados pelo Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON), foi assinado o contrato para a aquisição de Produtos de Defesa, que agregarão novas capacidades à 16ª Base Logística (16ª Ba Log), como também aumentarão a operacionalidade da 16ª Brigada de Infantaria de Selva (16ª Bda Inf Sl).

Por meio do referido contrato, foram adquiridos meios fluviais com diferentes funcionalidades. Entre eles, está um dique flutuante capaz de emergir todas as embarcações da 16ª Bda Inf Sl, o que facilitará a execução da manutenção preventiva, diminuindo custos de manutenção corretiva ou custos de evacuação de meios fluviais, gerenciando com eficiência o ciclo de vida do material e mantendo a disponibilidade e a confiabilidade desses Produtos de Defesa.

Também foi adquirido um ferry boat modernizado de emprego dual, que pode ser utilizado para o transporte de cargas para os Pelotões Especiais de Fronteira (PEF) ou para o transporte de tropas. Ele foi desenvolvido a partir do ferry boat Tenente COHEN, um protótipo de fabricação não seriada, que foi testado durante 6 anos nos principais rios da área de operação da 16ª Bda Inf Sl, com desempenho satisfatório.

O novo ferry boat poderá navegar nos períodos de cheia e de seca, nos rios da Bacia do Solimões, em virtude do baixo calado (0,90 m), podendo fazer curvas de 90 graus para desviar dos bancos de areia e giro de 360 graus sobre o próprio eixo.

Além disso, possuirá 2 motores de propulsão, com sistemas hidráulicos de acionamento do leme em cada motor, o que significa que a perda ou pane de um motor não ocasionará a paralisação do deslocamento da embarcação.



Da mesma forma, foi gerenciado, nos contratos celebrados, o custo de manutenção a longo prazo dos ferry boats e empurradores, com a padronização dos fabricantes de motores de propulsão, motores de geração de energia e reversores que compõem a frota da 16ª Bda Inf Sl.

Os alojamentos refrigerados buscam realizar o controle de estressores nos militares empregados nas operações, com características de grande transcurso de tempo e grandes distâncias fluviais.

Por fim, foi contratada uma balsa com capacidade para 300 toneladas, que será utilizada na sustentação logística do Comando de Fronteira do Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva (CFSOL/8º BIS), localizado em Tabatinga (AM), e dos Pelotões Especiais de Fronteira subordinados ao CFSOL/8º BIS.

Somam-se a essas importantes aquisições outras recentes descentralizações de recursos por intermédio do SISFRON, que permitiram a aquisição da Balsa 800 Ton Adonai, de um empurrador de baixo calado e de uma lancha rápida para transporte de militares com capacidade para 20 passageiros.

Em virtude do ganho tecnológico, o programa SISFRON também descentralizou recursos para o investimento em equipamentos e ferramental para a operação dos portos da 16ª Base Logística e CFSOL/8º BIS, além da modernização das oficinas de embarcações.

Essas recentes aquisições impactam diretamente na operacionalidade da 16ª Bda Inf Sl, totalmente dependente de deslocamentos fluviais para desdobrar suas peças de manobra, para manter sua sustentação logística na vigilância da fronteira, para combater os delitos transfronteiriços, para a preservação do meio ambiente, e para o apoio aos indígenas, mantendo, assim, a soberania do Estado brasileiro na Amazônia Ocidental.

 

Fonte: 16ª Ba Log

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Fronteiras

Fronteiras

Última atualização 14 AGO, 13:30

MAIS LIDAS

TOA