25 de Junho, 2021 - 10:00 ( Brasília )

Terrestre

Exército conduz destruição de armamento ilícito apreendido por órgãos de justiça e de segurança


No dia 18 de junho de 2021, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl), por intermédio do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados, conduziu a destruição de aproximadamente 600 armas de fogo, 5 mil munições, acessórios e artefatos de uso proibido, recolhidos por órgãos de justiça e de segurança pública.

A destruição foi realizada em três fases.

A primeira delas, a pré-destruição, consistiu na inutilização da arma de fogo no que tange à realização imediata de tiro e foi feita pelo método de prensagem.

A segunda, a destruição complementar, consistiu em inutilizar e descaracterizar as peças ou partes restantes das armas pré-destruídas.

A última fase consistiu no derretimento do metal em alto-forno, com apoio da siderúrgica Açoron, em Porto Velho.

 

O evento foi a primeira atividade de destruição de arma de fogo, acessórios e munições, das cinco previstas para o corrente ano. A atividade contou com a presença de autoridades civis e militares, dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, ligadas à segurança pública no estado de Rondônia.

O controle e a fiscalização de produtos controlados é uma atividade sob coordenação do Exército Brasileiro e tem como finalidade precípua garantir a segurança da sociedade.