18 de Junho, 2021 - 10:25 ( Brasília )

Terrestre

Arsenal de Guerra do Rio inicia estágio de manutenção de morteiros


Foi iniciado, no Arsenal de Guerra do Rio (AGR), no dia 14 de junho, o Estágio de Manutenção de Morteiros. Na oportunidade, os estagiários tiveram o primeiro contato com a Divisão Industrial do Arsenal, responsável pela fabricação, manutenção e revitalização dos morteiros. T

odos os estagiários são oriundos de organizações militares de manutenção (parque regional de manutenção, batalhão logístico ou batalhão de manutenção) ou integrantes de escolas de formação (Academia Militar das Agulhas Negras, Escola de Sargentos das Armas ou Escola de Sargentos de Logística).



Pela primeira vez, o estágio conta com a participação de sargentos do segmento feminino. Para o ano de 2021, o estágio terá duração de três semanas e será dividido em duas etapas: a primeira destinada ao Estágio de Manutenção do Morteiro P 120 M2 R e a segunda, ao inédito Estágio de Manutenção do Morteiro Me Acg 81 mm, de forma a atender à demanda da Força Terrestre, considerando as entregas dos novos morteiros Me Acg 81 mm fabricados pelo Arsenal de Guerra do Rio (AGR).



Por ocasião da abertura, as autoridades mencionaram aspectos importantes do estágio e foram unânimes em ressaltar a relevância estratégica da formação continuada para o aumento da capacidade operativa das organizações militares que detém os morteiros P 120 M2 R e os morteiros Me Acg 81 mm.

As autoridades destacaram, ainda, a importância dos estagiários serem polos difusores dos conhecimentos auferidos ao longo do Estágio de Manutenção de Morteiros, realizado no Arsenal de Guerra do Rio, unidade fabril bicentenária do Exército Brasileiro. Participaram do evento uma comitiva da Diretoria de Fabricação, da Diretoria de Material e o Diretor do AGR.