10 de Fevereiro, 2021 - 18:19 ( Brasília )

Terrestre

AMAN recebe novos Cadetes


No último sábado, 6 de fevereiro, o portão monumental da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) se abriu para a entrada dos 433 alunos oriundos da Escola Preparatória de Cadetes do Exército (EsPCEx), que se tornaram, na ocasião, cadetes da instituição bicentenária. Integrantes da Turma Bicentenário do General João Manoel Menna Barreto, os então alunos da EsPCEx haviam chegado à Academia no dia 27 de janeiro.

A nova turma de cadetes concluirá sua formação em 2024. A solenidade que marcou a entrada pelo portão contou com a presença do Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva; do Diretor de Educação Superior Militar, General de Divisão Jorge Cardoso Martins; do Major-Brigadeiro do Ar, Ary Soares Mesquita; do Comandante da AMAN, General de Brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel; do Comandante da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, General de Brigada Marcio de Souza Nunes Ribeiro; do Prefeito de Resende, Diogo Gonçalves Balieiro Diniz; dentre outras autoridades militares e civis.

Devido à covid-19, o número de convidados foi restrito e medidas de prevenção sanitária foram adotadas. Solenidade Durante a cerimônia, o General Pimentel destacou a alegria daquele momento, assim como a importância de todas as etapas da formação que se seguiria. Ressaltou, ainda, valores como o amor à Pátria, a honra, a responsabilidade e a disciplina. "Ao cruzarem esses portões, um novo caminho terá início e ele lhes cobrará dedicação", frisou.



Em seguida, o General Tomás salientou a importância do rito, pelo qual ele passou em 1978. Sobre a formação militar, acrescentou: “Tudo acontece para forjar o caráter militar dos futuros oficiais que trabalharão em prol da pátria. Cabe a nós salvaguardar a população o tempo todo”. Por tradição, o aluno de menor idade da nova turma, Eduardo Melnick Gonçalves, recebeu do cadete mais novo da turma do 2º ano, Anderson Adonis Faria da Cruz Junior, a chave da instituição.

Após este rito, o aluno Melnick fez a abertura do “Portão dos Novos Cadetes”, um pequeno portão que fica ao lado direito do portão principal da Academia. Vislumbrando a estrela de oficial, os novos cadetes realizaram o primeiro desfile solene na Esplanada Ministro Dutra, também conhecida como o “retão" da Academia.

Em seguida, eles assistiram a uma palestra no Teatro General Leônidas. Rossieni Oliveira, mãe da agora cadete Alexia, destacou seu orgulho com a entrada da filha na AMAN. “A Alexia é filha única e, não somente serve como referência para nós, que somos os pais dela, como também para os demais jovens, que são seus amigos.

Todos se encantam pela carreira e também pela história construída por esta Academia ao longo de tantos anos”, afirmou.



ÚLTIMAS

Terrestre

MAIS LIDAS