30 de Novembro, 2020 - 11:25 ( Brasília )

Terrestre

Cerimônia de diplomação do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais acontece no Rio de Janeiro (RJ)


No dia 26 de novembro, a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais (EsAO), “a Escola da Tática, a Casa do Capitão”, realizou a vibrante cerimônia de diplomação de mais uma turma de capitães, que contou com a presença do Comandante do Exército, General de Exército Edson Leal Pujol. Ao todo, 485 oficiais concluíram o curso, sendo 15 de nações amigas, 4 pertencentes ao Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil e 1 da Força Aérea Brasileira.

A EsAO, com mais de um século de história, figura entre as mais importantes escolas militares no mundo voltadas para o ensino da tática. Desde sua criação, em 1919, aperfeiçoou cerca de 31.000 capitães do Exército Brasileiro, de outras Forças e de nações amigas.

Na Linha Bélica, que teve uma fase presencial de 42 semanas, 454 capitães concluíram o curso, assim distribuídos: 142 de Infantaria, 65 de Cavalaria, 72 de Artilharia, 54 de Engenharia, 56 de Intendência, 37 de Comunicações e 28 de Material Bélico. Também foram aperfeiçoados 31 capitães médicos.

Por terem obtido a primeira colocação em seus respectivos cursos, os seguintes capitães foram premiados pelo Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx) e receberam a medalha Marechal Hermes - Aplicação e Estudo: Marcus Vinícius Pimenta da Silva (Infantaria), Rodrigo Caspani Rigoni (Cavalaria), Leandro Martins Parra (Artilharia), Vitor Pachêco Soares (Engenharia), Térence Farias Luz (Intendência), Marcelo Tupaiba Nunez Alves (Comunicações), Douglas de Andrade Maruri (Material Bélico) e Diogo José Malvar das Chagas (Médico).



ÚLTIMAS

Terrestre

MAIS LIDAS