14 de Agosto, 2020 - 12:05 ( Brasília )

Terrestre

Exército Brasileiro recebe o Plano de Uso e Ocupação do Solo do Pátio Ferroviário de Brasília (DF)


m 12 de agosto, no Quartel-General do Exército, ocorreu a entrega solene do Master Plan, documento técnico e econômico que aborda as principais questões de uso e ocupação do solo, para fins de parcelamento urbano do imóvel denominado Pátio Ferroviário de Brasília (PFB), visando à implantação do último bairro dentro da área do Plano Piloto. Estiveram presentes diversas autoridades civis e militares: o Comandante do Exército, General de Exército Edson Leal Pujol; o Chefe do Departamento de Engenharia e Construção do Exército (DEC), General de Exército Claudio Coscia Moura; o Governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha Barros Junior, e o Secretário de Coordenação e Governança do Patrimônio da União, Fernando Anton Basus Bispo.

Desde 2006, a área pertence ao Exército Brasileiro, que atua em constante patrulhamento patrimonial para a sua manutenção e conservação. Em maio de 2020, foi entregue a renovação da documentação dominial do imóvel ao Exército, que continuou a cuidar e a trabalhar pela destinação do espaço. Um planejamento estratégico foi apresentado pelos militares à União, demonstrando a intenção de promover o desenvolvimento da área e a sua desestatização.

Localizado na extremidade oeste do Eixo Monumental, o imóvel foi destinado à aplicação de Programas Estratégicos do Exército e de interesse da Defesa Nacional, alcançados pelas atividades militares e complementares, viabilizando construções destinadas às atividades de aquartelamento ou de campos de instrução, bem como obras voltadas às áreas de saúde e moradia militar, entre outras que se fizerem necessárias.

A proposta elaborada para a ocupação da área foi desenvolvida por meio da cooperação entre o Exército Brasileiro, o Ministério da Economia e o Governo do Distrito Federal (GDF), com a finalidade de entregar à Capital Federal um bairro inovador, para aplicar os conceitos mais atuais de sustentabilidade e de cidades inteligentes, cujos urbanismo e arquitetura serão referências no País. O modal ferroviário será utilizado, unicamente, para o transporte de passageiros, ligando as cidades próximas, e servirá para a integração com outros meios de transporte, o que permitirá o incremento da mobilidade urbana.

Para o Comandante do Exército, o evento da entrega do Master Plan é de extrema importância e revela o trabalho eficiente, competente e conjunto do GDF, da Secretaria de Coordenação e Governança do Patrimônio da União (SPU) e do Exército, através do DEC. O Governador do Distrito Federal também destacou o trabalho dos entes envolvidos. "Tenho certeza de que com o trabalho sério do Exército e da SPU nós vamos chegar ao próximo ano com o início das construções que são importantes para o Distrito Federal, principalmente pelas inovações urbanas”.

A alienação do imóvel, mediante permuta por edificações a serem construídas e por produtos de defesa, garantirá ao Exército a oportunidade de alcançar os objetivos propostos para seus Programas Estratégicos. Essa operação irá contribuir, também, com a retomada da economia, incentivando a construção civil e a base da indústria nacional. "Com a entrega do Master Plan pelo GDF, nós podemos realmente partir para os trabalhos de alienação e, com isso, a SPU ganha em recursos para o governo, o Exército ganha com obras a serem construídas e com produtos de defesa, e o GDF ganha um novo bairro que vai atender a população e melhorar o Plano Piloto", assegurou o Chefe do DEC. Para o Secretário da SPU, esse é um ciclo de atividades que só promove o bem. “O bem da cidade, do patrimônio, da União e do Exército Brasileiro”.



ÚLTIMAS

Terrestre

MAIS LIDAS