06 de Março, 2020 - 09:30 ( Brasília )

Terrestre

BIBLIEx gerencia projeto que abriga as bases de dados referentes à gestão de informação no Exército


O ano de 2020 marcou a chegada à Biblioteca do Exército (BIBLIEx) do Portfólio de Apoio à Gestão do Conhecimento EB Conhecer e da Rede de Bibliotecas Integradas do Exército (Rede BIE), oriundos da Diretoria do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército (DPHCEx).

O EB Conhecer é um conjunto de plataformas digitais, livres e colaborativas, que abriga as bases de dados referentes à gestão de informação no Exército Brasileiro. Criado pelo Comando do Exército em 2019, tem como um dos seus objetivos aumentar a visibilidade das publicações da instituição e o acesso a elas, de forma aberta, em conformidade com a Lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011 (Lei de Acesso à Informação).

O EB Conhecer agrega as produções intelectuais, as publicações de periódicos, os produtos de eventos temáticos de interesse da Força Terrestre, o patrimônio histórico e cultural e os conceitos doutrinários, visando armazenar, organizar, gerenciar, preservar, recuperar e difundir, em formato digital,  o acervo produzido no âmbito do Exército e passível de integração com o meio civil.

O sistema está organizado em aplicativos com funções específicas para a gestão do conhecimento no âmbito do Exército Brasileiro, são eles: a Biblioteca Digital do Exército (BDEx), o Portal de Periódicos do Exército (EB Revistas), o Portal de Eventos do Exército (EB Eventos), o Acervo do Patrimônio Histórico e Cultural (EB Acervo), a Enciclopédia Colaborativa de Doutrina (Wikidout) e o Metabuscador (EBusca).

A intenção, ao criar o Portfólio, foi modernizar os meios de difusão dos trabalhos científicos do Exército com plataformas digitais open source (código aberto) que tiveram custo zero e, dessa forma, otimizaram a utilização de recursos humanos, materiais, financeiros e tecnológicos, contribuindo para facilitar a pesquisa dos discentes e docentes das escolas do Sistema de Educação e Cultura do Exército (SECEx) e do público em geral.

A Rede BIE foi criada em 2012 com a finalidade de proporcionar a cooperação dos serviços técnicos entre as bibliotecas integrantes, prover o compartilhamento de informações (militares e especializadas) e facilitar para os usuários dessas bibliotecas o acesso às informações e aos seus acervos.

Atualmente, essa rede reúne 37 bibliotecas, na sua maioria em estabelecimentos de ensino do Exército Brasileiro, e dispõe de um acervo de 430.000 títulos. Além disso, utiliza o Sistema Pergamum, desenvolvido pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR), como software gerenciador e integra a Rede de Bibliotecas do Ministério da Defesa (REBIMD). 
 

A vinda do EB Conhecer e da Rede BIE para a BIBLIEx veio agregar uma nova dimensão às atividades desenvolvidas pela Casa do Barão de Loreto: o gerenciamento de um sistema integrado de softwares que dará significativo suporte para a criação de conteúdos acadêmicos e irá permitir o acesso a informações essenciais para a produção científica dos integrantes dos estabelecimentos de ensino do Exército Brasileiro e do público em geral de maneira simples e ágil.

Com efeito, o Exército Brasileiro realiza, desde 2019, um grande esforço no sentido de divulgar esses novos recursos tecnológicos aos integrantes da Força Terrestre. Para isso, foram realizadas apresentações do EB Conhecer/Rede BIE em inúmeras escolas do SEDEx, bem como a participação do gerente do Portfólio em eventos da ciência da informação na Universidade de Barcelona, Espanha, onde também foi apresentado o EB Conhecer.

A participação de um militar do Exército Brasileiro em eventos no exterior e a apresentação do Portfólio de Apoio à Gestão do Conhecimento, como uma nova ferramenta à disposição dos integrantes da Força Terrestre e do público de maneira geral, tiveram por finalidade criar laços de comunicação entre o Exército e o meio acadêmico internacional e, dessa forma, projetar o nome da instituição e do Brasil no continente europeu.

Desse modo, a iniciativa de transferir o EB Conhecer e a Rede BIE para a BIBLIEx fortalece a aspiração do Exército Brasileiro de manter-se na vanguarda da gestão do conhecimento. A vinda da Biblioteca Digital do Exército e das demais plataformas dará à Casa do Barão de Loreto melhores condições de participar no aperfeiçoamento dos processos de pesquisa nas escolas da Força Terrestre, contribuindo para a busca da excelência do ensino, do nível médio ao superior, desde a formação até os altos estudos.



ÚLTIMAS

Terrestre

MAIS LIDAS