COBERTURA ESPECIAL - Tecnologia Disruptiva - Tecnologia

07 de Outubro, 2020 - 15:00 ( Brasília )

6° e-Fórum ATECH traça rotas para a inovação

6° e-Fórum ATECH traça rotas para a inovação e a aplicação das tecnologias em integração, sustentabilidade e qualidade de vida


 
Com o tema “Future, NXT: o papel da tecnologia e da inovação para governos, pessoas e organizações”, o 6° e-Fórum ATECH promoveu um grande debate por esses agentes sociais entre os dias 29/09 e 1°/10, pela internet, atraindo mais de mil pessoas de diversas partes do País.

Os desafios urbanos e o papel das tecnologias no futuro das cidades foram a temática do painel da parte da manhã do dia 29, que reuniu o Chefe de Divisão no Comando de Policiamento de Choque da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Major Paulo Augusto Aguilar; o secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico de São José dos Campos, Alberto Alves Marques Filho; e o superintendente de Gestão Ambiental e Territorial da VALEC, Alex Paiva Rampazzo.

Questões como sustentabilidade e meio ambiente, tecnologias em benefício do cidadão, gestão, segurança e mobilidade deram o tom dos debates.

Em continuidade à temática relativa a grandes centros, no painel da tarde o enfoque foi dado à mobilidade urbana e sua reconfiguração com a popularização e as novas demandas relacionadas aos drones, ao aumento do número de táxis aéreos e o futuro do eVTOL, veículo voador elétrico para uso urbano.

O Brigadeiro do Ar Sérgio Rodrigues Pereira Bastos Junior, presidente da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA); a Major Daniele Lins, Chefe da Seção de Planejamento de Sistema de Aeronave Não Tripulada do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA); o Coronel Aviador Chrystian Alex Scherk Ciccacio, chefe do Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo (SRPV-SP); e o CEO da EmbraerX, Daniel Moczydlower, falaram sobre as questões de segurança, operacionalização, adaptabilidade e a vanguarda do Brasil no que diz respeito ao controle do espaço aéreo.

O dia 30 foi reservado para debates sobre a utilização da tecnologia dual, aquela que serve tanto para fins militares como civis. Na parte da manhã, o enfoque foi dado ao impacto das tecnologias nos negócios e nas pessoas.

O diretor presidente da COMPASS, Claudio Caiani Spanó; o CEO da TEMPEST, Cristiano Lincoln Mattos; e o diretor do Centro Inovação da Ernst Young, Denis Balaguer, trataram de aspectos ligados à engenharia de confiabilidade, cultura, cibersegurança, integração, gestão de ativos e o papel dos governos, do setor privado e da universidade.

Na parte da tarde, a abordagem foi direcionada ao uso dual de tecnologias, como inteligência artificial, a robótica, a computação quântica, a evolução dos drones e carros autônomos, e os saltos tecnológicos que vêm sendo observados neste aspecto nos últimos anos.

A transição entre os universos do uso dual e a importância da aplicação dessas tecnologias em benefício de toda a sociedade foram aprofundadas pelo Major Brigadeiro do Ar Hudson Costa Potiguara, diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial; pelo General de Divisão Robson Santana de Carvalho, chefe do Centro Tecnológico do Exército Brasileiro; pelo Contra-Almirante Sérgio Lucas da Silva, diretor do Departamento de Ciência, Tecnologia e Inovação do Ministério da Defesa; pelo Contra-Almirante Álvaro Luís de Souza Alves Pinto, assessor-chefe de CT&I da Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha e Superintendente Técnico do Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro; e por Rodrigo Persico, vice-presidente de Estratégia de Negócios da Embraer Defesa e Segurança.
Integração foi a palavra-chave dos debates do painel da manhã do dia 1°/10, que abordou o trabalho conjunto e compartilhado entre defesa, governo e indústria e, neste contexto, a eficácia dos sistemas integrados.

Os desafios da integração como sigilo, segurança, segurança cibernética, burocracia, interoperabilidade, qualificação profissional, educacional e empreendedorismo foram tratados pelo Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, secretário-Geral do Ministério da Defesa; pelo General de Divisão Guido Amin Naves, comandante de Defesa Cibernética do Exército; pelo General de Divisão Adalmir Domingos, coordenador Executivo de Conselhos e Departamentos da FIESP; e pelo professor Oswaldo Massambani, titular da USP e Sócio Diretor da OM InovaTech.

O Fórum foi encerrado com um painel sobre o emprego das tecnologias para a sustentabilidade e o papel da indústria nesse contexto.

As necessidades da Indústria 4.0, a transformação que deve vir com a chegada do 5G, o uso cada vez mais inteligente dos dados, a conjunção da indústria e a agricultura, o papel do administrador público e a conscientização de todos os stakeholders deram o tom das visões e experiências do General de Brigada Marcelo Carvalho Ribeiro, diretor da Diretoria de Material do Exército Brasileiro; de Pedro Mizutani, presidente do Conselho do Centro de Tecnologia Canavieira; de Sóstenes Arruda, diretor Jurídico da Associação Comercial e Industrial de Anápolis; e de Elso Alberti Junior, diretor de Diretor de Desenvolvimento de Negócios do Parque Tecnológico de São José dos Campos.

O Fórum ATECH é realizado anualmente pela ATECH, empresa do Grupo EMBRAER, com o intuito de fomentar debates estratégicos sobre inovação e tecnologias disruptivas que possam impactar positivamente governos, empresas, sociedade e a vida das pessoas.



 


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Gripen F39E/F

Gripen F39E/F

Última atualização 25 OUT, 14:50

MAIS LIDAS

Tecnologia Disruptiva