COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Tecnologia

27 de Janeiro, 2020 - 22:30 ( Brasília )

AVIBRAS assinou com o IAE/DCTA, ToT do Foguete VSB-30

o Acordo prevê que poderá industrializar e comercializar, e também adicionar aperfeiçoamentos tecnológicos, no sentido de promover uma aceleração no desenvolvimento de veículos lançadores de pequenos satélites, nacionais e competitivos internacionalmente


A AVIBRAS assinou com o IAE/DCTA, Transferência de Tecnologia do Foguete VSB-30, que poderá industrializar e comercializar, e também adicionar aperfeiçoamentos tecnológicos, no sentido de promover uma aceleração no desenvolvimento de veículos lançadores de pequenos satélites, nacionais e competitivos internacionalmente.

Assinaram o ToT pela FAB o Ten Brig Aguiar Direror do DCTA e o Brig Eng Demétrio, Diretor do IAE. Pela AVIBRAS, João Brasil Carvalho Leite e Leandro Villar.

Presentes o Secretário de Desenvolvimento de São José dos Campos, Paulo Barros, diretor da AEB; Brigadeiro Vagner Vital, VP da CCISE; Julio Shidara, Presidente da AIAB; diretores da AVIBRAS; representantes do INPE e do ITA, autoridades municipais e estaduais.


O VSB-30

O Veículo Suborbital VSB-30 foi desenvolvido no Instituto de Aeronáutica e
Espaço (IAE), fruto de cooperação entre o Brasil e a Alemanha, que em 2019 completou 50 anos.

O VSB-30 é o veículo de maior sucesso no Programa Espacial Brasileiro, no que se refere a número de lançamentos, uma vez que foram realizados até o presente 31 lançamentos com sucesso, sendo 4 no Brasil e 27 no exterior.

Destaca-se ainda que o veículo foi certificado pelo Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI) em 2009 e que em 2019, foi comemorado a passagem de 15 anos desde o seu primeiro lançamento, realizado no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA).

O VSB-30 é lançado por sistemas de trilhos, estabilizado por empenas e possui indutores de rolamento que são acionados quando o veículo deixa os trilhos e que contribuem para a estabilidade durante o voo.

Este veículo possui 2 estágios a propulsão sólida e permite o transporte de cargas úteis científicas e tecnológicas de até 400 kg, até a altitude de 270 km e possibilita a realização de experimentos em ambiente de microgravidade durante 6 minutos.

Por essas características, o VSB-30 possui excelente aceitação no cenário internacional de veículos lançadores suborbitais e, a partir de hoje, se tornará pioneiro no processo de transferência de tecnologia espacial no Brasil.

O Acordo ToT

O contrato de transferência de tecnologia do veículo Suborbital VSB-30 do IAE/DCTA para a AVIBRAS, tem como cláusulas principais: a disponibilização da tecnologia de fabricação e integração do primeiro e segundo estágio do Veículo Suborbital VSB-30, de forma não exclusiva, à empresas que atendam requisitos de habilitação, sem custo para o acesso a tecnologia, mas com pagamento de royalties caso a empresa venha comercializa-la.

O IAE disponibilizará assessoria técnica especializada de forma remunerada, caso solicitada pela empresa.


 


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Nuclear

Nuclear

Última atualização 04 AGO, 20:41

MAIS LIDAS

Especial Espaço