COBERTURA ESPECIAL - SisGAAz - Naval

01 de Outubro, 2021 - 09:09 ( Brasília )

Navio-Patrulha Oceânico “Araguari” realiza comissão em apoio ao Arquipélago de São Pedro e São Paulo


O Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) “Araguari”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, realizou, no período de 13 a 27 de setembro, Comissão em Apoio à Estação Científica do Arquipélago de São Pedro e São Paulo (ECASPSP), com a participação de militares e membros da comunidade científica.

Durante a comissão, foram empregados civis e militares da Base Naval de Natal, do NPaOc “Araguari” e da Secretaria Interministerial para os Recursos do Mar, que prestaram apoio logístico à ECASPSP, com a realização de transporte de material, manutenção preventiva e corretiva da Estação Científica, bem como a desinfecção das instalações do local, em ação de prevenção à Covid-19.

Na oportunidade, a Estação Científica recebeu a visita do Reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo; do Pró-Reitor de Extensão da UFRN, Graco Aurélio de Melo Viana; do Professor da Escola de Guerra Naval, Nival Nunes de Almeida; e do Professor da UFRN, Jorge Lins Oliveira.

Localizada a 1.100 quilômetros de Natal (RN), a ECASPSP recebe, desde sua inauguração, pesquisadores de instituições de ensino de todo o Brasil. Para o Reitor da UFRN, a ocupação do arquipélago é estratégica.

A UFRN é participante deste projeto desde seu início, em 1998, desenvolvendo pesquisas em áreas do conhecimento como a geofísica, a geologia e as ciências atmosféricas, sobretudo por ser um local que reúne condições únicas, sendo estratégico tanto do ponto de vista territorial, quanto da pesquisa”, disse.

NPqHo “Vital de Oliveira” e IEAPM realizam a Comissão “Ressurgência III”



O Navio de Pesquisa Hidroceanográfico (NPqHo) “Vital de Oliveira” regressou, em 15 de setembro, ao Complexo Naval da Ponta da Armação, em Niterói (RJ), concluindo a Comissão “Ressurgência III”.

A comissão, que iniciou em 8 de setembro, contou com a participação de pesquisadores e militares do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), que coletaram dados oceanográficos e acústicos a bordo de uma das mais modernas plataformas de pesquisa hidroceanográfica do País.

As pesquisas ocorreram do sul da ilha de Cabo Frio (RJ) até 50 milhas náuticas da costa (92 km), com lançamento de boia para captação das transmissões da fonte sonora, além da realização de 19 estações oceanográficas, que permitiram o estudo e análise das massas de água e dos perfis de temperatura, salinidade e clorofila em diversas profundidades.

A equipe do IEAPM produziu imagens de plâncton em diversas camadas verticais do oceano. Os dados contribuirão para o estudo da propagação do som na água, fundamental para comunicação e posicionamento de submarinos.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Expansão Chinesa

Expansão Chinesa

Última atualização 26 OUT, 22:00

MAIS LIDAS

SisGAAz