COBERTURA ESPECIAL - SIMDE - Hangout

18 de Março, 2021 - 12:00 ( Brasília )

SIMDE - Entrega prêmio Mursa ao Ministro da Defesa




Solendiade de entrega do III Prêmio "General Joaquim de Sousa Mursa"

Na ocasião foi homenageado o Ministro de Estado da Defesa General Fernando de Azevedo e Silva, pelo seu compromisso com a Defesa Nacional.

O evento ocorreu na Escola Naval, Cidade do Rio de Janeiro, 18 Março 2020.

Abaiixo o Discurso do
residente do SIMDE, Sr Carlos Erane Aguiar.


Excelentíssimo Senhor Fernando Azevedo e Silva

Ministro de Estado da Defesa, em nome do qual cumprimento todas as autoridades, militares e civis, presentes.

Aos nossos bravos companheiros da Base Industrial de Defesa aqui presentes e aqueles que nos acompanham virtualmente pelo canal do Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança - SIMDE.

Prezadas Senhoras e Senhores,

É com grande honra que tenho a oportunidade de, em nome do Sindicato Nacional das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança - SIMDE, estar presente na Escola de Guerra Naval para agraciar o Ministro da Defesa com nosso prêmio “General Joaquim de Sousa Mursa”.

Inicialmente, é preciso agradecer o oferecimento deste espaço pela Escola de Guerra Naval, na pessoa do Almirante Paulo Cesar Bittencourt Ferreira, de modo que pudéssemos conciliar a agenda do nosso homenageado de hoje com a realização dessa breve cerimônia. Há aqui um feliz entrelaçamento da história.

A Escola de Guerra Naval foi criada pelo Almirante Alexandrino Faria de Alencar, que foi voluntário na Guerra do Paraguai, servindo sob as ordens do Almirante Barroso.

Nesse contexto, a história do Prêmio se entrelaça com a história dessa Escola, considerando que o General Mursa foi responsável por fornecer diversos itens para o sucesso da Guerra do Paraguai.

A criação desse prêmio pelo SIMDE tem como fundamento não apenas resgatar a memória do general Joaquim de Sousa Mursa, cuja belíssima trajetória já foi narrada anteriormente, mas também deixar na memória a trajetória e os feitos de muitas pessoas que, na maioria das vezes silenciosamente, tem impacto positivo profundo na indústria de defesa.

Através desse prêmio, batizado com o nome desse grande brasileiro, estendemos a nossa homenagem àqueles que hoje, ocupando postos estratégicos no país, compreendem e valorizam a importância da Base Industrial de Defesa e Segurança para a soberania nacional. 
 
Este tipo de cerimônia tem importância, também, em vista do valor cultural de enaltecer a existência de uma Base Industrial de Defesa ativa. Por nossa história de relativa paz, quando comparado a outros países, no Brasil há baixa compreensão do relevante papel que desempenha a indústria de defesa e segurança e mesmo as Forças Armadas.

O setor de defesa e segurança é um setor estratégico, garantidor da soberania nacional e que promove o desenvolvimento de tecnologias, garantindo emprego, renda e gerando tributos.

Por ser, ainda, um vetor de desenvolvimento tecnológico dual, é fundamental para o desenvolvimento da nação. Nunca é demais citar as diversas tecnologias que dependem da Base Industrial de Defesa como: satélites, foguetes, compostos químicos diversos, medicina nuclear e geração de energia, para ficar apenas em alguns itens.

Para nós não seria possível sobreviver sem o trabalho dedicado, profissional e de qualidade de algumas pessoas.

No caso específico, reconhecemos no Ministro Fernando uma verdadeira devoção à defesa da pátria e à manutenção de uma base industrial sólida, autônoma e com ferramentas que auxiliam seu crescimento.

Nosso homenageado, Ministro Fernando, tem destacada atuação na promoção comercial da Base Industrial de Defesa no exterior, tendo arregimentado um time ímpar de profissionais civis e militares, que acompanham de perto o esforço exportador nacional. A internacionalização da Base Industrial de Defesa é temática sofisticada, tratada em nível geopolítico pelas nações, e vemos total aderência do Ministério da Defesa a este conceito.

É primordial lembrar que o General Fernando coordenou, de forma absolutamente discreta, o esforço junto com a Base Industrial de Defesa de reconversão de várias linhas de produção para atender necessidades da pandemia, como respiradores, ventiladores, reparação desses itens e extensa gama de EPIs.
 
Desde o início da pandemia o Ministro da Defesa não mediu esforços nessa verdadeira guerra contra a COVID-19, ativando o Centro de Operações Conjuntas e disponibilizando os recursos operacionais e logísticos das Forças Armadas em todo o país.

Mais importante de tudo: A Base Industrial de Defesa foi reconhecida como parte da cadeia de prestação de serviços essenciais à população e, mantendo todos os rígidos protocolos de segurança, não parou um dia sequer.

Por todos os serviços que ele prestou, presta e ainda prestará a essa nação, o Prêmio “Joaquim de Sousa Mursa 2020”, categoria Personalidade de Defesa, pertence ao senhor, Ministro Fernando!

Muito obrigado.

Carlos Erane Aguiar 





VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Fuzileiros Navais

Fuzileiros Navais

Última atualização 13 MAI, 11:11

MAIS LIDAS

SIMDE