COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Defesa

25 de Fevereiro, 2021 - 10:25 ( Brasília )

Forças Armadas coordenam ações diárias no combate à Covid-19


Viviane Oliveira

De transporte de pacientes e oxigênio à desinfecção de locais públicos, as Forças Armadas prosseguiram as ações de combate à pandemia, na terça-feira (23) e nesta quarta-feira (24). Nesta quarta-feira (24), um tanque com 90 mil metros cúbicos de oxigênio foi enviado de Belém para o município Santarém, no Pará, para abastecer hospitais da região. Sob escolta do Navio-Patrulha “Pampeiro”, da Marinha, a balsa com o equipamento percorrerá 833 km e tem chegada prevista para 28 de fevereiro. A operação é supervisionada pelo Comando do 4º Distrito Naval, situado na capital paraense.

No dia anterior, o município de Santo Antônio do Içá, no Amazonas, recebeu uma usina capaz de produzir 20 m³ de oxigênio por hora. O equipamento foi transportado de Tabatinga, também no Amazonas, pela balsa Ferry Boat Fênix, e chegou ao destino com o apoio do Comando do 9º Distrito Naval da Marinha, da Capitania Fluvial de Tabatinga (CFT) e da Sociedade Amigos da Marinha do Alto Solimões.

Em outra frente, o Exército iniciou, na terça-feira (23), ações de descontaminação de locais públicos do município de Araraquara, em São Paulo. A desinfecção prosseguirá até 28 de fevereiro em unidades de pronto-atendimento, hospitais e locais de grande circulação de pessoas. A operação ocorre por intermédio do 13º Regimento de Cavalaria Mecanizado, integrante do Comando Conjunto Sudeste, sediado na região paulista.

ambém para minimizar impactos no sistema de saúde, sete pacientes da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) foram transferidas para o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Rio de Janeiro, na terça-feira (23). Ao todo, 23 pessoas em tratamento contra o câncer foram encaminhadas para o estado carioca em aeronaves da Força Aérea Brasileira.

Até o momento, como resultado do empenho militar, foram transportados 5.523 cilindros de oxigênio e 806 tanques, além de 40 usinas de produção do insumo. Os locais públicos descontaminados somam mais de 8,3 mil em todo o território nacional e as operações para remoção de pessoas com Covid-19 e câncer beneficiaram 725 pacientes transportados entre estados brasileiros.

Operação Covid-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate ao novo coronavírus. Por meio da Diretriz Ministerial de Execução nº 07/2020, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas podem ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determina a melhor forma de atendimento.



VEJA MAIS