COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Defesa

03 de Fevereiro, 2021 - 10:10 ( Brasília )

Missões de amparo ao Amazonas somam mais de mil horas de voo


Viviane Oliveira


As Forças Armadas, por meio da Força Aérea Brasileira (FAB), atingiram a marca de cerca de 1070 horas de voo durante as missões emergenciais de amparo ao Amazonas. O estado recebe auxílio 24 horas por dia desde 08 de janeiro para reforço das unidades de saúde pública que atendem pacientes acometidos pela Covid-19.

Até esta segunda-feira (01), foram realizados cerca de 140 voos entre operações para apoio logístico e transferência de pacientes para outros estados. Para atender a alta demanda por auxílio, a FAB emprega diversas aeronaves durante as missões, como o avião cargueiro KC-390 Millennium, o C-130 Hércules, o C-105 Amazonas e o C-99. Ao todo, a quantidade de carga transportada ultrapassa 990 toneladas.



Uma operação inédita também foi executada com sucesso no dia 1º, o deslocamento de um isocontainer com capacidade para 6.047m³ de oxigênio líquido. O equipamento de 17 toneladas foi transportado, por meio do KC-390, de Belém, no Pará, para Manaus, no Amazonas, onde abastecerá cerca de 580 cilindros de oxigênio de tamanho padrão dos hospitais.

Dentre outras ações dedicadas a reduzir os impactos do surto de Covid-19 no Amazonas, destaca-se o transporte de 4.034 cilindros de oxigênio, 252 tanques de oxigênio líquido, 18 usinas de produção do insumo hospitalar, 57 respiradores e 3,1 toneladas de medicamentos.


Em um único voo, Forças Armadas transportam para Manaus grande volume de oxigênio

O avião cargueiro KC-390 Millenium transportou um isocontainer, tanque com grande capacidade, com oxigênio líquido de Belém, no Pará, para Manaus, no Amazonas na segunda-feira (01). O equipamento pesava cerca de 17 toneladas, com um volume de 6.047m³ de oxigênio líquido. Com as perdas consideradas no transporte, o oxigênio disponibilizado aos hospitais é capaz de abastecer cerca de 580 cilindros de oxigênio de tamanho padrão.

Trata-se de um voo inédito, realizado após testes, que permitiu o transporte de um grande volume em um curto espaço de tempo, duas horas de voo. Tal quantidade levaria aproximadamente seis dias para ser deslocada de embarcação. 

Após esse primeiro voo, existe a previsão de dois voos diários para abastecer o estado do Amazonas com cerca de 15 mil litros de oxigênio líquido por dia. O transporte da carga foi em parceria entre a Força Aérea Brasileira (FAB) e a empresa White Martins. Essa ação faz parte de mais um dos diversos esforços logísticos para amparar os pacientes do estado.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Gripen F39E/F

Gripen F39E/F

Última atualização 17 SET, 16:00

MAIS LIDAS

Pandemic War