COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Naval

28 de Julho, 2020 - 13:13 ( Brasília )

Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais de Defesa NBQR ultrapassa sua 100ª ação de desinfecção


O Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica, em coordenação com o Comando Conjunto Leste, realizou, entre os dias 19 e 24 de julho, ações de desinfecções nos municípios de Itapemirim e Marataízes, no Estado do Espírito Santo.

As atividades marcam a expansão da atuação do GptOpFuzNav-DefNBQR no combate à Covid-19, iniciada desde março no Rio de Janeiro, pelo Litoral Sul Capixaba, ocasião em que ultrapassa sua centésima ação de desinfecção.

As desinfecções integram o contexto da Operação “Covid-19”, deflagrada pelo Ministério da Defesa no intuito de empregar as Forcas Armadas em ações de prevenção e combate ao novo Coronavírus.

Para a realização das ações, foram selecionadas, em cooperação com as prefeituras locais, áreas de grande circulação de pessoas como terminais rodoviários e praças públicas, unidades de saúde, órgãos administrativos, assim como o Centro de Convivência de Idosos, em Itapemirim, e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Marataízes. Ao final de maio, o Grupamento já havia realizado mais de 50 ações de desinfecção tendo contemplado organizações militares da Marinha, bem como áreas de grande movimentação de pessoas.

O Navio de Desembarque de Carros de “Almirante Saboia” foi a primeira OM a receber ações de desinfecções, no dia 25 de março. Entre os dias 1º e 30 de junho, o Grupamento Operativo realizou 21 ações, com destaque para a Estação de Apoio Antártico - Rio, o BRT Taquara, e a Estação de Trem do Meier.

De 1º a 22 de julho, 33 desinfecções foram realizadas, destacando-se a Unidade Integrada de Saúde Mental e o Instituto Nacional de Câncer, no estado do Rio de Janeiro, o Centro de Especialidades Médicas e a Estratégia Saúde da Família Maria da Penha, no município de Itapemirim-ES, ultrapassando, assim, a 100ª ação.

Adicionalmente às ações dinâmicas de desinfecções, o Grupamento, no intuito de disseminar procedimentos e recomendações para prevenir e mitigar efeitos do contágio pela Covid-19, ministrou entre os meses de junho e julho, instruções teóricas e práticas, com destaque para as tripulações do 1º Batalhão de Infantaria de Fuzileiros Navais, Colégio Naval e Base de Fuzileiros Navais da Ilha das Flores.

“O processo de desinfecção realizado pela Força trouxe mais segurança para a equipe e os pacientes. Agradecemos à Marinha pelo apoio ao nosso Município nesse período de pandemia ao qual estamos vivenciando.”, ressaltou a Jackeline Souza Lucas, Coordenadora do Centro de Especialidades Médicas de Itaipava, Itapemirim-ES.

1°Batalhão de Operações Ribeirinhas realiza 16º Estágio NBQR, em Manaus-AM 


No período de 13 a 16 de julho, foi realizado, em Manaus-AM, o Estágio Básico de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR) de 2020, conduzido pelo 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas, Organização Militar subordinada ao Comando do 9º Distrito Naval.

Ao longo dos meses de abril a julho, mais de 450 militares do Exército, da Força Aérea Brasileira, do Corpo de Bombeiros Militar, dentre outras instituições, foram capacitados às práticas de proteção e descontaminação biológica de áreas, especialmente relacionadas à Covid-19. Foram 16 edições do estágio.

A formação possui três módulos com instruções teóricas e práticas, que abordam assuntos relacionados a primeiros socorros, uso dos Equipamentos de Proteção Individual, descontaminação de pessoal e material e isolamento de área. Desde o início da pandemia, o Batalhão vem criando novas turmas conforme as demandas dos órgãos públicos e privados, com o propósito de diminuir os impactos causados pela Covid-19 à população.

Unidade de Descontaminação Volante da Esquadra realiza descontaminação do Navio de Apoio Oceanográfico “Ary Rongel”


Como parte do esforço de combate à propagação do novo coronavírus, a Unidade de Descontaminação Volante da Esquadra (UDVE) realizou, no dia 21, a descontaminação do Navio de Apoio Oceanográfico (NApOc) “Ary Rongel”, que se encontra docado no Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro (AMRJ).

Sob a coordenação do Comando da Força de Superfície (ComForSup) e constituída por militares do Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão e de navios da Esquadra, a UDVE vem executando medidas de combate à Covid-19 desde o mês de março e atuando nos navios da Esquadra, navios Distritais e organizações militares do Complexo Naval de Mocanguê (CNM).

As ações efetuadas pela UDVE foram orientadas aos compartimentos habitáveis e aos destinados ao serviço ordinário do NApOc “Ary Rongel”. A Unidade empregou materiais adequados ao combate, como exemplo, produtos à base de quaternário de amônio, composto químico que se mantém ativo nas superfícies por períodos prolongados após aplicação.

No decorrer do dia, uma equipe formada por militares de bordo foi adestrada pela UDVE quanto aos procedimentos de desinfecção profilática para meios navais, a fim de serem habilitados para o controle das futuras desinfecções previstas para o navio, que atualmente se prepara para compor a Comissão “OPERANTAR XXXIX”.



Outras coberturas especiais


Intel

Intel

Última atualização 06 AGO, 20:59

MAIS LIDAS

Pandemic War