COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Defesa

15 de Junho, 2020 - 11:40 ( Brasília )

Mais de 10 mil militares por todo o Brasil doaram sangue no contexto da Operação Covid-19


O Dia Mundial do Doador de Sangue, comemorado neste domingo (14), conscientiza os não-doadores sobre a importância desse ato de solidariedade que salva vidas. E no contexto das ações de combate à Covid-19, mais de 10 mil militares das Forças Armadas já doaram sangue por todo o Brasil, contribuindo para diminuir os efeitos nocivos do novo coronavírus.

Na área de atuação do Comando Conjunto Bahia foram proporcionadas três campanhas de doação à Fundação de Hematologia e Hemoterapia do Estado. Mais de 100 militares se voluntariaram.

Em Manaus, o Comando Conjunto Amazônia, reforçou a manutenção dos estoques de bolsas de sangue da cidade. Cerca de 20 militares da 6ª Circunscrição de Serviço Militar, em São Paulo, aumentaram a capacidade do banco de sangue de Bauru. Voluntários do 20° Regimento de Cavalaria Blindado, também reforçaram os estoques de sangue do Hemosul de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. Até o momento, o Comando Conjunto Leste realizou 34 campanhas de doação de sangue em dez municípios: Rio de Janeiro, Niterói, Resende, Petrópolis, Valença, no Rio de Janeiro, Vila Velha, no Espírito Santo, e Belo Horizonte, Itajubá, Juiz de Fora e Santos Dumont, em Minas Gerais.

Ao todo foram 3.871 doadores, que vão beneficiar mais de 15 mil pessoas. Já o Comando Conjunto RN-PB promoveu 36 campanhas de doação de sangue em Natal, Caicó, no Rio Grande do Norte, e Campina Grande e João Pessoa, na Paraíba. No Comando Conjunto Sul mais de 6 mil militares doaram sangue desde o início da Operação contra a Covid-19, atendendo às necessidades de mais de 24 mil pessoas.

Em Curitiba, aproximadamente mil militares da 5ª Região Militar beneficiaram cerca de 3 mil pessoas.

Higienização

A Equipe de Resposta Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR) do Comando do 3º Distrito Naval habilitou 242 agentes de desinfecção da Marinha e do Exército, além de integrantes de órgãos públicos municipais, estaduais e federais, entre outras instituições.

Os treinamentos contemplam instruções teóricas e práticas sobre a desinfecção de ambientes, material e pessoal. Até o momento, foram realizados 11 Estágios de Capacitação, promovidos nas cidades de Natal, no Rio Grande do Norte, João Pessoa, na Paraíba, Recife, em Pernambuco e Fortaleza, no Ceará. Em Palmeiras do Javari, no Amazonas, mais de 130 indígenas da Aldeia de Soles foram atendidos por médicos militares do 1º Pelotão Especial de Fronteira (1º PEF) do 8º Batalhão de Infantaria de Selva.