COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Aviação

03 de Junho, 2020 - 10:35 ( Brasília )

Hospital de Campanha da FAB é montado em Natal (RN) para apoio à Operação COVID-19

O HCAMP terá estrutura para atendimentos de Emergência, Laboratorial e de Radiologia

A Força Aérea Brasileira (FAB) tem empregado seus meios no combate ao novo Coronavírus. Dessa forma, no sábado (30), uma estrutura de Hospital de Campanha (HCAMP) foi deslocada para operar junto ao Esquadrão de Saúde de Natal (ES-NT). O objetivo é de expandir a capacidade de atendimentos e reforçar as ações de enfrentamento à COVID-19.

Uma equipe com oito militares do Rio de Janeiro (RJ) seguiu para a capital do Rio Grande do Norte, onde ficará por um período de 15 dias. Os profissionais do HCAMP farão atendimentos de Emergência, Laboratorial e de Radiologia e também proporcionarão treinamento aos militares envolvidos do ES-NT. 

O Diretor de Saúde da Aeronáutica (DIRSA), Major-Brigadeiro Médico José Luiz Ribeiro Miguel, explica que o HCAMP possui estrutura independente do ES-NT e poderá contribuir com o atendimento dos beneficiários do Sistema de Saúde da Aeronáutica (SISAU) com suspeita de COVID-19.

“Embora sua doutrina estabeleça que se realizem internações de curta duração, para apenas estabilização clínica de pacientes e posterior remoção para estruturas de maior complexidade, o HCAMP possui Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com dois leitos. Sendo assim, possibilita a expansão da capacidade de atendimento de pacientes críticos do Esquadrão de Saúde de Natal”, destaca o Major-Brigadeiro Miguel.

Maior operacionalidade ao Esquadrão

Para a Comandante do ES-NT, Tenente-Coronel Médica Valéria da Nóbrega Pereira, a Organização de Saúde tem importante representação no enfrentamento da COVID-19. “O HCAMP tem por finalidade proporcionar uma estrutura ventilatória avançada para dar suporte à Unidade de Terapia Intensiva do Esquadrão de Saúde, enquanto é providenciada a transferência dos pacientes mais graves para Unidades Especializadas. 

A estrutura também nos propiciará um aparelho de imagens, bem como uma unidade de triagem para separarmos os casos suspeitos dos não-suspeitos, minimizando riscos de disseminação da doença”, completa a Tenente-Coronel Valéria.

Fotos: Esquadrão de Saúde de Natal