COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Defesa

15 de Maio, 2020 - 11:35 ( Brasília )

Militares reforçam desinfecção em áreas de acesso comum por todo o País


Ten Tássia - MD

Para combater a disseminação do novo coronavírus as Forças Armadas intensificaram as desinfecções das áreas comuns de diversas localidades por todo o País. Uma das igrejas mais tradicionais de Belém, no Pará, a Basílica Santuário Nossa Senhora de Nazaré, construída em estilo neoclássico, teve suas áreas internas e externas descontaminadas por cerca de 50 militares.

Em apoio à Secretaria de Segurança do Pará, o Batalhão de Operações Policiais Especiais da Polícia Militar também foi desinfectado. Já em Marabá, a ação foi na Fundação Casa da Cultura de Marabá, no bairro Nova Marabá e no município de Barcarena, no Porto de Vila do Conde.

Na tarde desta quinta-feira (14), o Complexo de Abrigos Stella Mares, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, foi descontaminado por militares da Marinha e do Exército. Durante a ação, o Centro Tecnológico do Corpo de Fuzileiros Navais da Força Marítima doou 500 máscaras descartáveis e a primeira Divisão de Exército doou uma tonelada de alimentos. Uma banda de música composta por militares das duas forças animou os moradores do local. O Hospital Federal dos Servidores do Estado (HFSE), no centro do Rio de Janeiro, também foi desinfectado.

No Centro Oeste houve descontaminação do Posto de Saúde de Jardim, em Mato Grosso do Sul. Em Brasília, teve capacitação em desinfecção para militares do 3º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado e para os funcionários da Fundação Hemocentro de Brasília.

Já no Nordeste, o Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba descontaminou a Secretaria de Administração e dos Recursos Humanos do Rio Grande do Norte, na capital do Estado. O Comando Conjunto Bahia concluiu a descontaminação biológica do Hospital Santo Antônio e das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID). Realizada em três etapas, cada edição contou com participação de 21 militares, capacitados em Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica.

Militares do 2º Batalhão de Polícia do Exército desinfectaram a estação de trem Calmon Viana, na cidade de Poá, em São Paulo, onde circulam cerca de 500 mil pessoas por dia.

Outras Ações

O 5º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado de Porto União, em Santa Catarina, reuniu militares da reserva, empresários e integrantes do Serviço Social do Comércio (Sesc), de União da Vitória, no Paraná, para arrecadar 1,7 mil quilos de alimentos, mil agasalhos e 250 produtos de higiene para doar às famílias de baixa renda. O Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Rio de Janeiro distribuiu kits alimentação às famílias dos 120 alunos do Programa Forças no Esporte (PROFESP) e do Projeto João do Pulo.

O Comando Conjunto Leste (CCjL) capacitou profissionais da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) e da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro em desinfecção de ambientes. Foram ensinados métodos de descontaminação para uso nas tarefas diárias e no trato com o público, para tornar esses discentes multiplicadores de conhecimentos e boas práticas no combate ao novo coronavírus.

A Capitania dos Portos do Rio Grande do Norte intensificou ações de inspeção naval na Lagoa do Bonfim, em Nísia Floresta. Além da fiscalização do tráfego aquaviário, os militares orientam tripulantes das embarcações quanto às medidas de prevenção e combate ao novo coronavírus. Os militares da Capitania Fluvial do Pantanal (CFPN) e da Capitania Fluvial de Mato Grosso (CFMT) também conscientizam a população durante suas inspeções navais com entrega de panfletos.

Uma Campanha de Doação de Sangue no Hemocentro da Paraíba, em João Pessoa, foi feita por militares do Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba para aumentar o estoque dos bancos de sangue durante a pandemia do coronavírus. O Exército antecipou sua campanha que teria início em junho, mês em que se comemora o Dia Mundial do Doador de Sangue. O resultado foram quase 8 mil doações, permitindo a chance de socorro a milhares de pacientes em todo o Brasil.

Base Aérea de Salvador realiza a desinfecção de áreas sensíveis¹

A Base Aérea de Salvador (BASV) realizou, nessa quarta-feira (13/05), a desinfecção da estrutura do Esquadrão de Saúde, Rancho e Seção de Transporte Terrestre. A ação contou com 16 militares capacitados do próprio efetivo da BASV, além do apoio de 15 militares do Grupamento de Fuzileiros Navais, que possuem know-how  (saber como fazer) dos procedimentos envolvidos na atividade.

Para o Comandante da BASV, Coronel Aviador Ivan Lucas Karpischin, a ação é interessante porque, além de cumprir o objetivo direto da desinfecção dos setores, ainda possibilitou o treinamento aos militares da BASV que fizerem o curso recentemente. “Isso permitirá que essa nossa equipe possa dar continuidade à desinfecção dos demais ambientes da BASV, evitando a propagação do vírus e protegendo militares, funcionários civis e suas famílias”, disse.

Para realizar a desinfecção, foram utilizados os produtos previstos pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e Equipamentos de Proteção Individual (EPI) adequados. O objetivo do procedimento nas áreas sensíveis e de maior circulação de pessoas é reduzir o risco de propagação da doença na Organização Militar.

Segundo a Comandante do Esquadrão de Saúde, Major Farmacêutica Rute Carvalho Vieira, a ação é muito importante, pois proporciona uma maior segurança aos profissionais e usuários dos setores desinfetados. “Sabemos que o novo Coronavírus pode permanecer viável em objetos e superfícies por horas e até dias. “Dessa forma, medidas de higiene são fundamentais para evitar a propagação da doença”, ressaltou.

PAME-RJ distribui cestas básicas a famílias atendidas pelo PROFESP²

O Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ) fez a distribuição, no dia 5 de maio, de 41 cestas básicas a familiares de alunos do Programa Forças no Esporte (PROFESP), respeitando os cuidados e as orientações para a prevenção da COVID-19, com a utilização de máscaras, a distância entre as pessoas, aplicação de álcool em gel e aferição da temperatura ao chegarem ao local.

O PROFESP Cajuzinho, como é conhecido, é desenvolvido pelos Ministérios da Defesa e Cidadania, implantado no PAME-RJ desde 2013, que transmite a crianças na faixa etária de 9 a 11 anos de idade, moradoras do bairro do Caju, no Rio de Janeiro, valores como, disciplina, educação e respeito ao próximo, por meio de práticas esportivas e aulas de reforço e cidadania.

O Diretor do PAME-RJ, Coronel Engenheiro André Eduardo Jansen, falou sobre a interrupção das atividades do Cajuzinho. “Infelizmente, tivemos que interromper as atividades do Programa para atender as medidas de distanciamento social devido ao novo Coronavírus. Apesar disso, não esquecemos de nossos alunos e familiares, pois sabemos que essa é uma época em que muitos estão passando por dificuldades, e a doação de cestas básicas foi uma das maneiras que encontramos para ajudá-los”, explicou o Diretor.

O Coronel Jansen reforçou, também, sobre o quanto é relevante as crianças continuarem fazendo suas atividades em casa. “Juntamente, com as cestas básicas, estamos entregando apostilas referentes ao programa pedagógico de 2020 e gostaria de reforçar sobre a importância de incentivarem as crianças a estudarem e fazerem as atividades propostas, apesar da quarentena”, acrescentou.

O Sargento Johnny Chaves de Oliveira, voluntário na coordenação pedagógica e nas aulas de civismo, cidadania e português, comentou como o Programa Cajuzinho está fazendo para não atrasar o desenvolvimento dos estudantes durante a crise da COVID-19. “Nesse momento tão crítico da nossa história contemporânea é crucial o apoio do PAME-RJ às crianças do projeto Cajuzinho. Essa parceria com as famílias estreita nossos laços de solidariedade e afeto que estão na base de nossas ações tão exitosas ao longo dos últimos anos”, afirmou.

 Eliana Lima Silva dos Santos, mãe da aluna Agatha Ferreira Silva dos Santos, agradeceu emocionada ao Coronel Jansen e a todos do Programa. “Quero em nome de todos agradecer ao Coronel e aos voluntários do Cajuzinho. Está sendo um prazer enorme estarmos aqui e sabermos que podemos contar com o apoio de todos vocês nesse momento tão difícil que estamos passando”, disse.

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, tais demandas poderão ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determinará a melhor forma de atendimento.

¹Por Major Anderson Luiz Teixeira da Cunha, Tenente Fraga E Major Monteiro (Agência Força Aérea)
²Por Valente, Tenente Fraga E Major Monteiro (Agência Força Aérea)
Fotos:
Soldado Sacramento/BASV , Júlio Albuquerque E Ministério da Defesa

VEJA MAIS